Temporal no norte e centro do país provocou inundações e queda de árvores

Há doze distritos do continente sob aviso laranja devido à previsão de trovoadas e possibilidade de rajadas de vento.

As regiões norte e centro do país estão, esta terça-feira, a ser afetadas por uma intempérie com registo de trovoadas e chuva intensa que já provocaram inundações e quedas de árvores.

Na página da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) é possível verificar a ocorrência, desde cerca das 15h30, de cerca de quatro dezenas de ocorrências - entre quedas de árvores e inundações - nos distritos de Aveiro, Viseu, Guarda, Castelo Branco e Coimbra.

Ao final da tarde, a chuva caiu com muita intensidade também em Vila Real e, à TSF, o comandante Orlando Matos, dos Bombeiros Voluntários Cruz Branca, deu conta da necessidade de responder a algumas inundações, sobretudo "em garagens de casas particulares". Registou-se também a queda de uma árvore no IP4.

Embora por "pouco tempo, choveu muito intensamente", nota Orlando Matos, que descreve também "rajadas fortes de vento" que provocaram a queda de árvores e antecederam "15 a 20 minutos" de intempérie. Ainda assim, garante o comandante, não só não esteve frio como se fez sentir "um calor abafado", tanto que a trovoada pareceu "tropical".

No Facebook foram partilhadas várias imagens deste temporal.

Desde as 12h00, doze distritos do continente - Viana do Castelo, Porto, Braga, Vila Real, Bragança, Viseu, Aveiro, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Leiria e Santarém - estão sob aviso laranja devido à previsão de trovoadas e possibilidade de rajadas de vento, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). O aviso termina às 21h00.

O IPMA colocou também estes 12 distritos sob aviso amarelo entre as 12h00 e as 21h00 desta terça-feira devido à previsão de aguaceiros, por vezes fortes e de granizo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de