Torre Bela. Animais abatidos terão sido levados para Espanha para serem consumidos

João Pedro Matos Fernandes adianta à TSF que, após o abate, os 540 animais seguiram para Espanha, onde deverão ser destinados ao consumo.

O ministro do Ambiente e da Ação Climática adiantou, em declarações à TSF, o que foi apurado quanto ao destino das centenas de animais abatidos na Quinta da Torre Bela, na Azambuja. "Aquilo que sabemos é que uma parte muito significativa, ou mesmo todos, foram levados para Espanha", apontou João Pedro Matos Fernandes, que acredita que os veados e javalis tenham sido levados para consumo.

Na terça-feira, João Pedro Matos Fernandes esclareceu, em declarações à TSF, que deu ordem para revogar de imediato a licença de caça da quinta da Azambuja, depois da "gabarolice de um ato vil", que se inicia com a morte de centenas de animais. O governante falou sobre ​​​​​​as imagens de 540 veados e javalis mortos, alinhados no chão da Quinta da Torre Bela, na Azambuja, como troféus de caça.

"Chocado" com as imagens, o ministro do Ambiente reconheceu nessa altura que pode ter sido cometido um crime, o que não pode ser confundido com a atividade da caça, que é "importante para as economias locais e para a gestão da biodiversidade, quando feita com cuidado, quando feita com cautela".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de