Urgência de ortopedia do Garcia de Orta não recebe doentes encaminhados por ambulância

Direção do hospital, em Almada, confirma que a urgência de ortopedia não está a receber pessoas transportadas por ambulâncias.

Durante 12 horas, o Hospital Garcia de Orta não recebe na urgência de ortopedia doentes encaminhados por ambulância. Devido à falta de médicos, a restrição começou às 8h da manhã deste domingo e prolonga-se até às 20h.

A direção do hospital, em Almada, confirma que a urgência de ortopedia não está a receber pessoas transportadas por ambulâncias, adiantou à TSF o Sindicato Independente dos Médicos (SIM). Maria João Tiago, secretária regional do sindicato, garante que o motivo destas restrições é a falta de médicos.

"A urgência de ortopedia do Hospital Garcia de Orta está com problemas devido ao número insuficiente de médicos nas escalas. Foram dadas instruções ao CODU para não levar para lá doentes urgentes. Vamos supôr que há um acidente de automóvel próximo do Hospital Garcia de Orta. O que isto significa é que os bombeiros, se houver necessidade de tratamentos de ortopedia, não os levarão para o Garcia de Orta, mas sim para outro que esteja mais próximo", explicou à TSF Maria João Tiago.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de