Utilizadores de bicicletas Gira em Lisboa são 60% homens. Emel quer mudar isso

A Emel, Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa, faz parte de um projeto europeu para a igualdade nos transportes, e desenvolveu uma iniciativa para atrair mais mulheres para a utilização das bicicletas Gira.

São homens 60% dos utilizadores de bicicletas Gira em Lisboa. A Emel, Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa, faz parte de um projeto europeu para a igualdade nos transportes, e quer mudar isto.

Por isso, lança um desafio às lisboetas: "Mulheres que são utilizadoras da Gira, e não só da Gira, mas de bicicleta em meio urbano, convidem uma amiga e que vão com ela dar um passeio pela cidade, para perceber em que pontos ou quais são as situações ou o que é que faz com que haja alguma renitência ou dificuldade ou receio em utilizar esse meio de transporte como um meio de mobilidade comum e habitual em Lisboa."

Teresa Loureiro, porta-voz da Emel, diz que, até 6 de dezembro, estas duplas femininas têm então um percurso de dois quilómetros para identificarem o que anda afinal a afastar as mulheres das bicicletas. Para vencer resistências, há um incentivo: "É uma maneira que temos de premiar e de agradecer a participação ativa das voluntárias que irão receber um passe da Gira e um voucher de 20 euros, que pode ser utilizado nas Lojas Com História ou outras lojas em Lisboa que aderiram a essa iniciativa."

As inscrições terminam esta segunda-feira, no Linkdin da Emel ou no site.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de