Vacinação acelera em Lisboa e Vale do Tejo. Conheça as faixas etárias e as datas

Região está atrasada na vacinação: apenas 32% da população já tomou pelo menos uma dose.

A vacinação contra a Covid-19 em Lisboa e Vale do Tejo vai ser acelerada nas faixas dos 40 e 30 anos para reforçar as medidas de controlo da evolução epidemiológica, após um aumento de infeções, anunciou esta terça-feira o Governo.

"Haverá uma aceleração no processo de vacinação em Lisboa, começando a vacinação na faixa dos 40 anos no dia 6 de junho e na [faixa] dos 30 anos a partir de 20 de junho", afirmou o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, numa conferência de imprensa de apresentação das medidas a implementar na região de Lisboa e Vale do Tejo.

António Lacerda Sales explicou que, "por ser uma região mais populosa, Lisboa e Vale do Tejo está ligeiramente mais atrasada na vacinação do que outra regiões, tendo 32% da população já vacinada como pelo menos uma dose", apresentando como exemplo o caso da região Centro em que 38% da população já está vacinada.

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde disse que os instrumentos que hoje estão disponíveis para fazer face à situação são bem diferentes do que existiam há uns meses, referindo-se à testagem massiva, à vacinação, ao rastreamento e ao reforço das ações ao nível da saúde pública, o que permite ter "maior capacidade de antecipação e de ação".

O governante disse ainda que a tendência crescente de novos casos de Covid-19 nesta região, registada desde o início do mês de maio, "é um sinal de alerta, não de alarme".

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de