"Vacinas são muito seguras." Comissão Técnica de Vacinação reforça apelo para vacinar crianças

Na Madeira, num universo de 15 mil crianças, foram vacinadas 1200.

Luís Graça, membro da Comissão Técnica de Vacinação que deu parecer favorável à vacinação dos mais pequenos, garante total segurança das vacinas pediátricas contra a Covid-19 numa altura em que o Governo Regional da Madeira reforça o apelo para a vacinação de crianças entre os cinco e os 11 anos.

"Tem havido alguma discussão sobre eventuais riscos da vacinação, que pode ter feito com que alguns pais tenham ficado preocupados. Em relação a isso, volto a reforçar que existe uma unanimidade no reconhecimento de que essas vacinas são muito seguras e mesmo entre os profissionais que são mais céticos em relação à utilidade da vacinação, esse ceticismo deriva da pouca frequência da doença grave, apesar de reconhecerem que existe alguma. Não há dúvidas sobre a segurança da vacina, que é reconhecida como muito segura. A recomendação da Direção-Geral da Saúde, baseada na análise que foi feita, é clara nesse aspeto: os benefícios de vacinar as crianças claramente justificam que as crianças desta faixa etária sejam vacinadas", explicou à TSF Luís Graça, presença regular nas reuniões do Infarmed e também investigador do Instituto de Medicina Molecular.

Na Madeira, num universo de 15 mil crianças, apenas foram vacinadas 1200. Um número que o Governo da Madeira considerou, no domingo, ser "inaceitável" após dois anos de pandemia.

O secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, realçou que os benefícios da vacina contra a Covid-19 nesta faixa etária "superam largamente os riscos" e deixou um apelo aos pais e aos pediatras.

"Temos de vacinar mais. Mais uma vez apelo a todos os pais para vacinarem as suas crianças e aos pediatras para se associarem a este apelo", declarou.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de