Valores da criminalidade descem em ano de pandemia

Apesar desta descida, o ministro avançou que há crimes que estão a registar este ano um "crescimento significativo", como as burlas informáticas, fenómenos online e condução sem habilitação legal.

A criminalidade violenta e grave desceu 11,4% até setembro face ao mesmo período de 2019 e a criminalidade geral baixou 10%, tendo contribuído para estes valores a pandemia de Covid-19, anunciou esta quinta-feira o ministro da Administração Interna.

"Em 2020, esta circunstância especial em que vivemos contribuiu para uma redução da criminalidade geral em cerca de 10%, até ao final de setembro, e uma redução da criminalidade violenta e grave em 11,4%", disse Eduardo Cabrita no parlamento durante a discussão do Relatório Anual de Segurança Interna (RASI) de 2019.

Apesar desta descida, o ministro avançou que há crimes que estão a registar este ano um "crescimento significativo", como as burlas informáticas, fenómenos online e condução sem habilitação legal.

O ministro destacou que, até setembro, registou-se uma "redução significativa" de furtos em residências, "uma tendência de ligeira descida" na violência doméstica e uma "redução muito significativa" do crime de incêndio florestal.

Os relatórios anuais de segurança interna são entregues na Assembleia da República até 31 de março, mas este ano devido à crise sanitária da Covid-19, o RASI de 2019 foi entregue em 30 de junho, sendo só esta quinta-feira discutido no plenário do parlamento.

O RASI de 2019 deu conta de um aumento de 3% da criminalidade violenta e grave relativamente a 2018 e de uma subida de 0,7% da criminalidade geral, tendo no ano passado sido invertida a tendência de descida registada desde há vários anos.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de