Veleiro intercetado com mais de uma tonelada de cocaína no mar da Madeira

Condições adversas obrigaram a Marinha a resgatar os três tripulantes da embarcação.

A Polícia Judiciária (PJ), a Marinha e a Força Aérea intercetaram, a sul da Ilha da Madeira, um veleiro com mais de uma tonelada de cocaína a bordo, foi esta quinta-feira anunciado.

Em comunicado, a direção nacional da PJ indicou que viajavam na embarcação, chamada TAEPING UURAS, dois homens e uma mulher, estrangeiros, "sobre os quais recaem fortes suspeitas da prática do crime de tráfico ilícito de estupefacientes".

No interior foram ainda encontradas "mais de 50 embalagens de cocaína com um peso total estimado superior a uma tonelada", complementa a informação da PJ.

Este foi o resultado de uma operação de combate ao tráfico internacional de estupefacientes por via marítima desencadeada nos últimos dias pela PJ, Marinha e Força Aérea.

"Esta operação decorreu em pleno Oceano Atlântico, a sul da Ilha da Madeira, sendo que as condições meteorológicas extremamente adversas que se faziam sentir obrigaram o navio da Marinha a resgatar os três tripulantes e parte do produto estupefaciente", lê-se no comunicado.

A PJ acrescentou que o veleiro acabou "por se afundar".

A Direção da Investigação está a cargo do Departamento Central de investigação e Ação Penal, prosseguindo as diligências de investigação a cargo da Diretoria do Sul Polícia Judiciária.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de