Venda de passes com desconto para estudantes suspensa a partir de setembro

Estado não pagou a dívida às empresas de transporte de passageiros, pelo que estas decidiram acabar com as vendas com desconto.

Os operadores de transportes vão suspender a venda dos passes 4_18, sub23 e Social + com desconto já a partir de setembro. Em causa está a falta de pagamento, pelo Governo, das verbas relativas a este ano de 2019.

Luís Cabaço Martins, presidente da Associação Nacional de Transportes Rodoviários de Pesados de Passageiros (Antrop), explica à TSF que está em causa um valor superior a 7 milhões de euros.

"Todo o ano de 2019 está em falta. Nós somos obrigados a vender os passes de estudante com desconto de 25%, no mínimo, e o Governo, que se comprometeu a pagar-nos esse diferencial mensalmente, ainda não pagou um único cêntimo", denunciou o representante dos operadores de transportes rodoviários.

"Os operadores não podem suportar mais este encargo e decidiram que, a partir de setembro, venderão os passes sem desconto", declarou Luís Cabaço Martins.

O Ministério do Ambiente e da Transição Energética já comentou, e remeteu a autoria desta decisão para a Antrop, visto que o adiamento da Resolução do Conselho de Ministros, agendada para 5 de setembro, nada tem "a ver com o Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART), cujo pagamento tem sido disponibilizado antecipadamente".

O Governo nota que, já no último Conselho de Ministros, "foi aprovado o pagamento dos passes intermodais de Lisboa", e acrescenta ainda que a Antrop já foi informada da data dos pagamentos, que irão garantidamente acontecer.

Notícia atualizada às 14h03

*com Sara Beatriz Monteiro e Rita Carvalho Pereira

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados