Vinte e três anos da inclusão na lista de Património Mundial. Museu de Fôz Coa com entradas gratuitas

Há várias iniciativas a assinalar esta data, que quase acompanha a distinção, pela Unesco, do Douro Vinhateiro.

Já passaram 23 anos. A arte rupestre do Côa celebra esta quinta-feira mais um aniversário de inscrição na lista de Património Mundial. As entradas para o Museu são gratuitas, mas o programa junta a arte e a ciência, num ano em que o nome de Bruno Navarro volta a ser inscrito na pedra das comemorações.

Ao final da tarde, é inaugurada a exposição que revela quatro olhares demorados sobre o território e a região. É uma travessia entre o Património Mundial do Côa e o Douro Vinhateiro, que, não tarda, celebra também 20 anos de distinção da Unesco.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de