Acontece no Brasil

Todas as quintas-feiras, o correspondente da TSF em São Paulo, João Almeida Moreira, assina a crónica Acontece no Brasil – um país onde a realidade e o insólito andam muitas vezes de mãos dadas.

Governo do Brasil recorre a medium para fazer chover

Adelaide Scritori, que diz receber espírito de chefe índio, já trabalhava na prefeitura do Rio para impedir chuva no réveillon. Agora, promete o contrário contra a seca no país.

Membros da secretaria de estado da Energia Elétrica do ministério de Minas e Energia do Brasil reuniram-se por videoconferência com a Fundação Cacique Cobra Coral, uma Organização Não Governamental liderada por Adelaide Scritori, medium que, segundo o site da instituição, comunica com o espírito do índio norte-americano Cacique Cobra Coral.

Foi a grave crise energética, fruto por sua vez da imensa seca que afetou o país, que motivou o encontro agendado por Guilherme Silva de Godoi, diretor do Departamento de Monitoramento do Sistema Elétrico, em outubro passado.

Não se conhecem mais detalhes da reunião - a não ser que, depois dela, tem chovido bastante mais por todo o país, conforme notaram tanto meteorologistas como, sobretudo, humoristas brasileiros, inspirados pelo caso.

A Fundação Cacique Cobra Coral, entretanto, não é novata em reuniões com políticos. Desde há alguns anos, é contratada pela Prefeitura do Rio de Janeiro não para fazer chover mas o seu contrário - prevenir que o Réveillon carioca, um dos mais concorridos do planeta, seja afetado pela chuva.

E em abril passado, Adelaide Scritori, a médium que diz encarnar o cacique, assim como no passado Galileu Galilei e Abraham Lincoln o encarnaram, aconselhou Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, a demitir-se o quanto antes. Quatro dias depois, o desavisado ministro foi alvo de uma operação da polícia federal que acabaria por precipitar a sua demissão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de