Boa Vida

Restaurantes, hotéis, exposições, atividades, novas tendências, bares, locais, comidas, vinhos, aquilo que faz moda mas também as histórias mais escondidas. Um programa de Augusto Freitas de Sousa, autor e jornalista que nos últimos anos se tem dedicado ao lifestyle e ao jornalismo de viagens.

Lentamente destilado no Alentejo

O Sharish tem assinatura de António Cuco e foi dos primeiros gins portugueses. O restaurante Yohei apresenta nova carta de fusão.

O gin Sharish - https://sharishgin.pt/ - começou a ser comercializado há sete anos por António Cuco que começou quase a pedido dos seus amigos, fans das suas receitas. O alentejano, nascido em Évora, mas residente em Reguengos, foi professor de turismo, empresário, trabalhou no restaurante dos pais, mas a paixão pelo destilado ditou-lhe o caminho.

Abriu a destilaria Sharish em Reguengos de Monsaraz em 2014, lançou dois tipos de gin (também há edições especiais) e acabou a exportar para 24 países. Antes da pandemia tinha cerca de 10 mil visitantes por ano. Produziu recentemente um licor de Poejo e vai lançar este ano um gin edição de autor que resulta das preferências de António Cuco.

Fusão

Giscard Muller de Oliveira apresentou a sua nova carta do restaurante Yohei - https://www.facebook.com/takeyoheilisboa - na Quinta das Conchas em Lisboa. O brasileiro radicado em Portugal desde 2004 juntou às cartas tradicionais japonesas produtos como foie gras, trufa ou ostras.

Giscard foi chefe de sala e sommelier em vários restaurantes entre os quais o G-Spot de João Sá, Avenue de Marlene Vieira e 100 Maneiras de Cascais de Ljubomir Stanisic. Na sua carta renovada do Yohei tem, entre outras propostas, nigiri de enguia fumada com foie gras e trufa e gunkans de salmão, vieira e caranguejo do Alasca ou atum e foie gras. A carta de vinhos é dedicada ao sushi.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de