Boa Vida

Restaurantes, hotéis, exposições, atividades, novas tendências, bares, locais, comidas, vinhos, aquilo que faz moda mas também as histórias mais escondidas. Um programa de Augusto Freitas de Sousa, autor e jornalista que nos últimos anos se tem dedicado ao lifestyle e ao jornalismo de viagens.

Venham as festas

A mercearia Manuel Tavares, com mais de 150 anos, preparou-se para fim de ano. O enólogo Osvaldo Amado lançou o seu "Blanc de Blancs" de 2006: Raríssimo.

A mercearia fina Manuel Tavares abriu as portas em 1860, entre o Rossio e a Praça da Figueira, Rua da Betesga, e ainda hoje, apesar de por lá passarem centenas de estrangeiros que enchem aquela zona da cidade, ainda são muitos os clientes portugueses. O espaço faz parte das "Lojas com História" identificadas pela autarquia.

Carla Ladeira é a cara da loja e representa a família que tomou conta da mercearia há 27 anos. Mantiveram o mesmo registo, depois de algumas obras de manutenção e restauro e, como sempre continuam a vender frutos secos, queijos, charcutaria, doces, compotas, azeites, vinagres, chocolates, vinhos, licores, destilados e o produto número um da loja: o vinho do Porto.

Em nome próprio

O enólogo Osvaldo Amado lançou o seu espumante, um arinto da Bairrada, Extra Bruto Blanc des Blancs de 2006, que marca o início de um projeto, "Raríssimo", que vai incluir brancos e tintos, mas com qualidade superior à média. Osvaldo, que fez vinhos em Espanha, Itália, África do Sul e, atualmente, no nordeste brasileiro é o responsável pela enologia do grupo Global Wines, produtor de vinhos como Casa de Santar, Cabriz ou Quinta do Encontro.

O enólogo confirma que estão preparados uma série de vinhos "de qualidade" para sair em fevereiro de 2020: um clarete do Dão, colheita de 2013, um branco da mesma região de 2011, um branco da Bairrada do ano 2015 e um tinto do Dão de 2001. Osvaldo Amaro diz que a intenção é fazer vinho que "não se faz, que as pessoas não se lembram, que nunca existiu, muitas vezes por razões comerciais", que podem ser vinhos clássicos ou modernos.

Augusto Freitas de Sousa (boavida@tsf.pt)

Outras Notícias

Patrocinado

Apoio de

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de