Botequim

Botequim é um programa feito por mulheres, sobre mulheres. Aborda vários assuntos sob a perspetiva delas. É um espaço de diálogo e de escuta, para discutir desafios relacionados com a igualdade de género, através de entrevistas, conversas e histórias de mulheres que marcam a diferença. Cada programa vai abordar assuntos relacionados com política, educação, ciência, direitos humanos e o papel da mulher em cada um deles. Com Sara de Melo Rocha e Miguel Silva (sonoplastia).
Para ouvir na TSF à sexta-feira, depois as 23h, com repetição ao sábado depois das 10h. Versão alargada disponível em TSF.pt e em podcast.

A cozinha sempre foi um lugar delas exceto no que toca às estrelas Michelin

Três mulheres chefs identificam várias dificuldades para vingar no setor da restauração, tal como a discriminação interna entre homens e mulheres, o longo caminho que têm de fazer para chegar a uma estrela Michelin e a difícil conciliação entre a cozinha e a maternidade. Este Botequim inclui ainda uma entrevista com a chef Larissa Abbud, autora do podcast 'Cozinha de Segunda'.

Cozinhar sempre foi vista como uma tarefa feminina. Historicamente, as mulheres sempre foram sempre responsáveis por alimentar as famílias, numa função encarada como doméstica. Mas se em muitas profissões as mulheres foram entrando em setores mais masculinos, no caso da restauração, foi o contrário.

A cozinha de casa continua a ser hoje do domínio da mulher, mas a cozinha profissional ainda é território masculino. Um estudo sobre a realidade britânica mostra que entre sete mil chefs - apenas 1300 são mulheres, o que corresponde a 19%.

Vários autores que estudam o fenómeno defendem que a construção da cozinha profissional enquanto espaço de trabalho masculino está relacionada com um esforço consciente de evitar associá-la a um setor da mulher. E porquê? Porque nas profissões onde as mulheres estão em maioria ganha-se menos, trabalha-se mais e há pouca valorização profissional.

Ao tornar a cozinha num espaço do homem também o setor se torna em algo requintado, valorizado, tornando-se numa "arte superior", muito distante daquele afazer doméstico do dia-a-dia.

Basta olharmos para os restaurantes distinguidos pelo guia Michelin. Em Portugal, há 21 restaurantes com uma estrela Michelin - sete têm duas estrelas. Nenhum deles apresenta uma mulher como chef principal.

É uma questão de tempo defende o setor mas se olharmos para a organização das cozinhas as lógicas de género ainda são visíveis as mulheres ainda estão a fazer tarefas mais leves ou mais associadas ao feminino, como as saladas ou a pastelaria.

Para nos ajudar a saber mais sobre as mulheres nas cozinhas profissionais e para entender os desafios que ainda enfrentam temos hoje no Botequim:

Leonor Godinho, chef responsável pelo Musa da Bica, em Lisboa. Antes passou pelo FEITORIA, Mensagem, e Hotel Altis. Participou no MasterChef onde ficou em terceiro lugar. Antes de se aventurar pelo mundo da cozinha estudou psicologia clínica. Tem um blog de culinária: o Bibs.

Marlene Vieira, chef à frente do Zunzum Gastrobar, um novo grande projeto no Terminal de Cruzeiros em Santa Apolónia em Lisboa. Começou a trabalhar num restaurante aos 12 anos nas férias de verão e não mais parou. Começou em Vila do Conde, trabalhou em Nova Iorque, regressou a Lisboa, em 2012 abriu o primeiro restaurante na capital, o Avenue, esteve no mercado da Time Out, e agora prepara-se para abrir um espaço de fine dining também na zona de Santa Apolónia - que se vai chamar Marlene.

Natalie Castro, chef residente do ISCO - uma padaria artesanal e um bistro em Alvalade, em Lisboa mas há poucos anos tinha uma vida completamente diferente: trabalhava em joalharia. Uma vaga à experiência no restaurante Cavalariça, na Comporta acabou por lhe dar um novo rumo profissional.

____

Sobre o programa

Botequim, da autoria da jornalista Sara de Melo Rocha, é um programa feito por mulheres, sobre mulheres. Aborda vários assuntos sob a perspetiva delas. É um espaço de diálogo e de escuta, para discutir desafios relacionados com a igualdade de género, através de entrevistas, conversas e histórias de mulheres que marcam a diferença. Cada programa vai abordar assuntos relacionados com política, educação, ciência, direitos humanos e o papel da mulher em cada um deles.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de