Conferências Ação Humanitária

O ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa lança um ciclo de conferências dedicadas à Ação Humanitária, acompanhado pela TSF, que passa pelos quatro cantos do mundo.

Os media e a Ação Humanitária

A ação humanitária também passa pelos media e foi esse tema deste debate do Ciclo Internacional de Conferências em Ação Humanitária, promovido pelo ISCTE.

Qual o papel dos media em cenários de catástrofe como guerras ou desastres naturais? Podem os jornalistas funcionar como aliados das organizações e dos trabalhadores humanitários no terreno?

Ana Lúcia Martins, investigadora do ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa e coordenadora deste ciclo de conferências, defende que a aliança entre os meios de comunicação social e o trabalho humanitário é fundamental.

A oradora convidada desta conferência é a jornalista Cândida Pinto, repórter especializada em cenários de catástrofe.

A devastação causada pelo ciclone Idai, em Moçambique, este ano, e o grande sismo no Haiti, em 2010, são apenas dois dos muitos cenários dramáticos que Cândida Pinto já testemunhou por todo o mundo.

Entrevistada pela TSF, a jornalista afirma que o auxílio humanitário deve ser prestado por aqueles que efetivamente o sabem fazer, mas considera que a comunicação social também tem um papel muito claro perante os cenários de catástrofe.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de