Governo Sombra

Eles querem, podem, mas não mandam! Ricardo Araújo Pereira, Pedro Mexia e João Miguel Tavares - num programa moderado por Carlos Vaz Marques - são o Governo Sombra. Um governo que não decide. Uma equipa ministerial sem consenso. Um conselho de ministros que convive bem com as fugas de informação. Semanalmente, passam a atualidade em revista, examinam à lupa os dossiês, interpelam os protagonistas sem rodeios.
Domingo, depois das 11h00. À segunda-feira, depois das 13h00 em versão compacto

"É mais difícil ter um ministro a fazer publicidade à gasolina do que ter o Ronaldo"

A greve anunciada dos motoristas, com início previsto para dia 12 de agosto, não podia deixar de ter sido tema na reunião semanal do Governo Sombra.

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, aconselhou os portugueses a "precaverem-se" para os efeitos da greve abastecendo o carro com antecedência. Ricardo Araújo Pereira vê aqui uma oportunidade para tirar o melhor partido possível dos efeitos da greve: comprar ações das gasolineiras: "Não é todos os dias que um ministro vem, gratuitamente, fazer publicidade aos nossos produtos, eu acho que está na altura de investirmos", argumenta o humorista, afinal, "é mais difícil ter um ministro do que ter o Ronaldo a fazer publicidade à gasolina" - conclui.

Já para se precaver para os efeitos da possível greve dos motoristas, Ricardo Araújo Pereira planeava comprar uma "charrette e dois cavalos", mas - depois de alertado por João Miguel Tavares sobre os problemas que pode vir a ter com o abastecimento de feno, para não falar de possíveis conflitos com PAN - acaba por decidir adquirir uma bicicleta.

A emissão completa do Governo Sombra, para ver ou ouvir , sempre em tsf.pt

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados