Governo Sombra

Eles querem, podem, mas não mandam! Ricardo Araújo Pereira, Pedro Mexia e João Miguel Tavares - num programa moderado por Carlos Vaz Marques - são o Governo Sombra. Um governo que não decide. Uma equipa ministerial sem consenso. Um conselho de ministros que convive bem com as fugas de informação. Semanalmente, passam a atualidade em revista, examinam à lupa os dossiês, interpelam os protagonistas sem rodeios.
Domingo, depois das 11h00.

Governo Sombra quer trocar o Santo António pelo "Saint Anthony"

A ideia é salvar os arraiais de Lisboa se a cidade adotar um santo com nome anglo-saxónico.

Pelo segundo ano consecutivo a pandemia de Covid-19 levou a Câmara de Lisboa a proibir os arraiais de Santo António em Lisboa. O anúncio surgiu poucos dias depois de o Chelsea ter vencido o Manchester City e conquistado a Liga dos Campeões no Porto, o que trouxe à cidade uma enchente de adeptos ingleses, que se concentraram em Fan Zones e causaram distúrbios pela cidade, em desrespeito pelas regras básicas de saúde pública.

Desiludido com o cancelamento dos arraiais típicos da noite de 12 para 13 de junho, João Miguel Tavares sugeriu que Lisboa mude de santo e adote o "Saint Anthony", na esperança que a apresentação anglo-saxónicas permita aliviar o rigor das regras. João Miguel Tavares lamentou ainda o que chamou de "xenofobia invertida": "O que aconteceu no Porto, com a realização da Champions, foi uma espécie de 'xenofobia invertida', que é tratar melhor as pessoas que vêm de fora do que as pessoas que cá estão."

Desafiado pelo moderador Carlos Vaz Marques, Ricardo Araújo Pereira compôs uma nova quadra popular, mais adequada ao contexto atual e à sugestão de João Miguel Tavares:

Ó meu rico Saint Anthony,
Festa religiosa e pagã,
Deixa-me ir ao arraial,
Que eu levo um hooligan.

Ricardo Araújo Pereira defendeu ainda que a realização da final da Liga dos Campeões poderia ter sido feita em Inglaterra, tendo até em conta que as equipas finalistas eram inglesas, mas que a UEFA preferiu escolher um país onde as regras fossem mais laças: "E assim foi, vieram para cá, partiram cadeiras nas costas uns dos outros, nas costas da nossa polícia, andaram à trolha...". O humorista confessou ainda que até dispensa o arraial, mas faz-lhe falta comer sardinhas.

A emissão completa do Governo Sombra, para ver ou ouvir, sempre em tsf.pt.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de