Governo Sombra

Eles querem, podem, mas não mandam! Ricardo Araújo Pereira, Pedro Mexia e João Miguel Tavares - num programa moderado por Carlos Vaz Marques - são o Governo Sombra. Um governo que não decide. Uma equipa ministerial sem consenso. Um conselho de ministros que convive bem com as fugas de informação. Semanalmente, passam a atualidade em revista, examinam à lupa os dossiês, interpelam os protagonistas sem rodeios.
Domingo, depois das 11h00. À segunda-feira, depois das 13h00 em versão compacto

"Greta Thunberg não é a Irmã Lúcia do clima", diz Ricardo Araújo Pereira

A passagem de Greta Thunberg por Lisboa foi tema no Governo Sombra desta semana.

Greta Thunberg passou por Lisboa a caminho de Madrid , onde participou na cimeira do Clima da ONU. A ativista sueca foi recebida na Doca de Santo Amaro, em Lisboa, pelo presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, e por jovens ativistas portugueses, assim como por deputados do Bloco de Esquerda, do PAN, PCP e Partido Ecologista "Os Verdes".

Na chegada a Lisboa, Greta Thunberg agradeceu a forma como foi recebida , mas aproveitou para responder às críticas dos adultos que a apelidam de "criança zangada". Na perspetiva da ativista de 16 anos, "os adultos estão a subestimar a força das crianças zangadas".

Ricardo Araújo Pereira confessa gostar de assistir ao que chamou de "Benfica-Sporting" em torno da ação da pequena ativista climática, que coloca em polos opostos "as pessoas que dizem que isto é um "demónio" impertinente, e que devia estar na escola" contra as "pessoas que dizem que é a "Irmã Lúcia" do Clima". Para o humorista e comentador do Governo Sombra, "Greta não está nem num polo nem no outro", porque a sua mensagem é a de que são os cientistas que devem ser ouvidos.

Salientando que considera positivo o efeito mobilizador do ativismo da pequena Greta, teme que a idolatria que se está a gerar em torno dela acabe por esvaziar o fenómeno de conteúdo político, e lamenta que muita gente a tenha ido receber em busca da "photo oportuniy", só para poder dizer: "Então o senhor, que é que está a fazer em relação ao ambiente?" - "Então eu já tirei uma foto com a Greta! O que é que eu tenho de fazer mais?", brincou.

Ricardo Araújo Pereira disse também que Greta tem toda a razão quando diz que "os adultos estão a subestimar a força das crianças zangadas", e que "a prova de que o mundo, de facto, percebeu que alguma coisa tem de ser feita em relação ao ambiente, é que pôs uma adolescente a tratar disso! E uma adolescente é das forças mais poderosas, mais enervantes... eu tenho duas em casa, eu sei exatamente, eu sei disso!", brincou, referindo-se às duas filhas.

Ricardo Araújo Pereira criticou ainda os media portugueses, por terem feito a cobertura da chegada de Greta Thunberg a Lisboa sem terem dado voz a um especialista sobre alterações climáticas.

A emissão completa do Governo Sombra, para ver ou ouvir, sempre em tsf.pt.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de