Governo Sombra

Eles querem, podem, mas não mandam! Ricardo Araújo Pereira, Pedro Mexia e João Miguel Tavares - num programa moderado por Carlos Vaz Marques - são o Governo Sombra. Um governo que não decide. Uma equipa ministerial sem consenso. Um conselho de ministros que convive bem com as fugas de informação. Semanalmente, passam a atualidade em revista, examinam à lupa os dossiês, interpelam os protagonistas sem rodeios.
Domingo, depois das 11h00.

Os desejos de Ricardo Araújo Pereira para 2021

Ricardo Araújo Pereira partilhou com o restante painel do Governo Sombra - e com a convidada especial, Maria José Morgado - os seus desejos para 2021.

O primeiro desejo do humorista para 2021 é um "tira-nódoas para a violência doméstica". Ricardo Araújo Pereira reconhece que tem de ser um tira-nódoas muito avançado, já que a "nódoa" está entranhada em "três tecidos": "em todas as pessoas que a praticam, em algumas das pessoas que a previnem (...) e em algumas das pessoas que a julgam", explicou, numa alusão a vários casos do passado, referindo ainda a desilusão por não ter chegado a ser processado pelo juiz Neto de Moura.

O segundo desejo do humorista foi um "visto de platina para que quem não se qualifica para os vistos gold, para que não tenha de por placas de platina nos ossos quebrados". O pedido é uma alusão ao caso de Ihor Homeniuk.

O terceiro desejo, uma "palmatória para quem cria obstáculos a uma escola exigente e de qualidade", sendo que os candidatos às palmadas (no rabo) se encontram no Parlamento e no Governo e não nas escolas, esclareceu o humorista.

A emissão completa do Governo Sombra, para ver ou ouvir, sempre em tsf.pt

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de