Governo Sombra

Eles querem, podem, mas não mandam! Ricardo Araújo Pereira, Pedro Mexia e João Miguel Tavares - num programa moderado por Carlos Vaz Marques - são o Governo Sombra. Um governo que não decide. Uma equipa ministerial sem consenso. Um conselho de ministros que convive bem com as fugas de informação. Semanalmente, passam a atualidade em revista, examinam à lupa os dossiês, interpelam os protagonistas sem rodeios.
Domingo, depois das 11h00.

RAP aposta 100 euros em Magina da Silva

O diretor nacional da PSP, ​​​​​​​Magina da Silva, foi desafiado pelo juiz Rui Fonseca e Castro para um combate de MMA.

Esta semana Pedro Mexia reclamou para si a pasta de "ministro do MMA". A sigla significa Mixed Martial Arts e não é estranha aos membros do Governo Sombra, já que Ricardo Araújo Pereira, praticante de Kickboxing e Muay Thai, é fã da modalidade e já "massacrou" o painel por diversas vezes com descrições de combates.

Em causa está o desafio para uma luta corpo a corpo lançado ao diretor nacional da PSP, Magina da Silva, pelo juiz Rui Fonseca e Castro, que foi suspenso pelo Conselho Superior da Magistratura por ter suspendido um julgamento de um caso de violência doméstica perante a recusa do procurador e do funcionário judicial em tirarem as respetivas máscaras.

Magina da Silva terá apresentado uma queixa contra Rui Fonseca e Castro, por este desafiar publicamente o uso de máscara no contexto da pandemia de covid-19, e o juiz considerou que um "combate de MMA" entre os dois seria uma boa solução para resolver o diferendo, recorrendo à rede social Facebook para lançar o desafio.

A primeira ideia sublinhada por Ricardo Araújo Pereira é a de Rui Fonseca e Castro tem precisamente a profissão que serve para que as pessoas não tenham de resolver divergências com combates corpo a corpo: "Quando ele diz 'vamos resolver isto como homens', falta acrescentar: 'das cavernas".

E é preciso viajar muito atrás no tempo para encontrar uma altura em que as disputas sobre justiça eram resolvidas com violência física: "Nós sabemos todos que a República do Platão começa com Sócrates, Glaucon, filho de Ariston, e Polemarco, filho de Céfalo, que começam a debater o que é a Justiça, e é assim que se entendem! Através da ironia e da maiêutica! Não é 'ironia, maiêutica e um sopapo nas ventas!" - Conclui.

Mas se o combate fosse avante, Ricardo Araújo Pereira garante que apostaria 100 euros em Magina da Silva, porque Rui Fonseca e Castro "Não sabe o que está a dizer", quando no seu desafio ao diretor nacional da PSP o chama de "menina": "Eu tenho colegas de treino - meninas - que dão uma coça neste juiz!" - Conclui.

A emissão completa do Governo Sombra, para ver ou ouvir, sempre em tsf.pt.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de