Governo Sombra

Eles querem, podem, mas não mandam! Ricardo Araújo Pereira, Pedro Mexia e João Miguel Tavares - num programa moderado por Carlos Vaz Marques - são o Governo Sombra. Um governo que não decide. Uma equipa ministerial sem consenso. Um conselho de ministros que convive bem com as fugas de informação. Semanalmente, passam a atualidade em revista, examinam à lupa os dossiês, interpelam os protagonistas sem rodeios.
Domingo, depois das 11h00. À segunda-feira, depois das 13h00 em versão compacto

Ricardo Araújo Pereira culpa os bebés pelos problemas na reabertura das creches

No Governo Sombra desta semana, o humorista defendeu que o problema não são as regras, mas o facto de os bebés serem "más pessoas".

A partir de 18 de maio, as creches podem reabrir, mas a reabertura foi envolta em polémica , dada a dificuldade de implementação das regras de distanciamento social indicadas pela Direção-Geral da Saúde. Depois de terem sido criticadas algumas das medidas inicialmente anunciadas, as orientações foram flexibilizadas .

No Governo Sombra desta semana, Ricardo Araújo Pereira explicou que o problema não são as regras, mas o facto de os bebés serem "más pessoas": "As regras do primeiro guião eram excelentes. Tinham o pequeno problema de serem impraticáveis. Porque se destinavam a cidadãos cuja actividade principal é gatinhar na direção uns dos outros e babar-se para cima de coisas, (...) meter brinquedos de plástico na boca, etc. e portanto, apelar ao civismo de bebés é realmente mal pensado".

Mas vai mais longe: "A questão é a seguinte: os bebés são más pessoas. Ninguém diz: 'Sexta-feira não posso porque vou passar o fim de semana a casa de um amigo que é bebé'. Ninguém tem amigos bebés, precisamente por causa disto, porque é gente que é rabugenta, não há hipóteses, não dá para apelar ao civismo deste tipo de cidadãos."- Conclui o humorista.

A emissão completa do Governo Sombra, para ver ou ouvir , sempre em tsf.pt.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de