O Bichinho da Rádio

Saúde, comportamento e direito animal, Gente, bichos e a nossa vida em comum.
Para ouvir à segunda-feira, depois das 18h30. Com Dora Pires.

Profissão: passeador de cães

Nos postes de dispensa de sacos, no tronco de árvores ou na internet, os anúncios surgem quase sempre em inglês: Dog Walker, Dog Sitting, a provar que passear ou tomar conta de cães são profissões importadas.

Os preços variam, mas uma pesquisa breve aponta para uma tabela que vai dos cinco aos 20 euros à hora, tudo depende do candidato, do cão me sobretudo da duração do trabalho.

Inicialmente eram sobretudo estudantes ou adolescentes que faziam estes "biscates", mas hoje já há verdadeiras empresas e empresários do setor.

Quem tem cães num apartamento e um horário que não lhe permite ir a casa "passear o cão", tem de recorrer a amigos, familiares ou vizinhos. Quando falha essa rede de proximidade, como acontece com os filhos, é preciso passar para outro nível: creche (sim, também começam a aparecer) ou alguém que possa tomar conta do bicho, no mínimo que o leve à rua.

É o que Inês Costa faz, ela e o marido. "Comecei quando estava desempregada", conta, mas se quisesse hoje poderia ter uma empresa de Dog Walking.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de