Olhe que não

Recuperando para lema a frase que marcou o mais histórico debate da televisão em Portugal, entre Mário Soares e Álvaro Cunhal, Olhe que não traz à TSF visões e opiniões contraditórias em temas como Saúde, Justiça, Educação, Consumo, Segurança, Emprego, Ambiente. A moderação é de Pedro Pinheiro.

Lítio: "petróleo" limpo ou ameaça para pessoas e ambiente?

No programa "Olhe que Não" desta semana, debatemos os planos para a exploração de lítio. "Deve avançar sem hesitações", como defende o primeiro-ministro. Ou "deve ser repensado", como reclamam as populações.

Está em muitos dos momentos das nossas vidas. Na verdade, há baterias de lítio em quase tudo o que fazemos hoje em dia. No carro, no telemóvel, no computador e, através dele, na permanente ligação quotidiana que mantemos connosco, com os outros, e com o mundo.

São conhecidos os planos do governo para a exploração de lítio, assim como o protesto generalizado das populações e importará conhecer certezas e receios, o que ganhamos e o que temos a perder.

Alexandre Lima é geólogo, investigador na faculdade de ciências da Universidade do Porto, há 25 anos que dedica boa parte das suas investigações ao lítio e defende que se " a lei for cumprida, e se forem seguidas boas práticas de mineração", Portugal deve avançar com a exploração do metal que também é apelidado de "petróleo branco".

O presidente da Quercus, Paulo do Carmo, tem mais dúvidas. A organização ambientalista tem em marcha uma petição para travar os planos do Governo, e exige que tudo seja "repensado" para que se evite um "desastre ambiental".

O que é o lítio, a importância que tem para a descarbonização da economia, o modo como é feita a exploração, a necessária proteção das pessoas e do meio ambiente, o modo como tudo isto se joga com o futuro do país, e em particular do interior, são questões com resposta nesta edição do programa "Olhe que Não".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados