Olhe que não

Recuperando para lema a frase que marcou o mais histórico debate da televisão em Portugal, entre Mário Soares e Álvaro Cunhal, Olhe que não traz à TSF visões e opiniões contraditórias em temas como Saúde, Justiça, Educação, Consumo, Segurança, Emprego, Ambiente.
À quarta-feira, pelas 13h20, com Pedro Pinheiro

O Vaticano e as uniões homossexuais

É uma questão polémica que divide a própria igreja católica. Porque é que o Vaticano recusou novamente abençoar os casais homossexuais? Com que argumentos? E como se sente um católico homossexual perante esta posição da Cúria romana.

Não foi a primeira vez, e não terá sido inesperado. O Vaticano voltou a negar a bênção aos casais homossexuais. E com o argumento de sempre, baseado na doutrina da Igreja Católica.

Foi perguntado à Congregação para a Doutrina da Fé (CDF) se a Igreja dispõe do poder de abençoar as uniões entre pessoas do mesmo sexo. E a resposta, aprovada pelo Papa, foi clara: "não é lícito conceder uma bênção a relações que impliquem uma prática sexual fora do matrimónio".

A Cúria Romana não exclui que sejam dadas bênçãos a indivíduos homossexuais. Mas, quanto às uniões entre pessoas do mesmo sexo, entende que "toda a forma de bênção" será ilícita.

Uma posição que mereceu muitas críticas, e desde logo no interior da própria Igreja Católica, em países como a Alemanha ou os Estados Unidos da América, onde muitos sacerdotes abençoam uniões homossexuais.

A Igreja católica alemã leva de resto uma longa reflexão sobre este tema. Numa reacção à decisão da CDF, um dos seus vigários escrevia: "benzi casas, carros, elevadores, terços sem conta e muitas coisas mais e agora não poderei benzer duas pessoas que se amam? Não pode ser essa a vontade de Deus!".

Porque é que a Igreja não pode conceder essa bênção? E como reage um católico homossexual? São as perguntas que estão na base desta edição do programa "Olhe que Não". Com Rui Aleixo artista plástico e músico; e Jorge Cunha, teólogo, director adjunto da faculdade de teologia da universidade católica do Porto.

Ouça outras emissões do "Olhe que Não" aqui.

"Olhe que Não" é um programa de Pedro Pinheiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de