Postal do Dia

Já ninguém escreve postais, mas a TSF insiste e manda bilhetes postais com destinatário. Em poucas palavras mas com ideias que fazem pensar: "Postal do Dia", com Luís Osório. De segunda a sexta-feira, depois das 18h00 e sempre em tsf.pt.

Acaba de nascer um bebé que é a esperança da humanidade

1.

Querido Damian

Escrevo-te quase uma semana depois de nasceres.

A esta hora deves ter visitas - dizem-me que a casa dos teus pais não tem tido parança, são os vizinhos, são os conhecidos, é a família, são enviados do governo, jornalistas e jornaleiros, vedetas do desporto e da publicidade e da televisão.

Os teus pais estão felizes, como poderia ser de outra maneira?

Tornaste-te uma celebridade.

O bebé 8 mil milhões.

O bebé que nos diz o quanto o futuro será difícil - como poderemos alimentar tanta gente ao mesmo tempo?

Mas por outro lado és um bebé que nos diz outra coisa - que mesmo quando o Inverno chega, que mesmo nas alturas mais difíceis e sombrias existe vontade de continuar, de existir, de combater, de ter esperança.

2.

Existes tu.

Dois quilos e setecentas gramas de esperança.

Mais de 50 centímetros de altura.

Tu que nasceste na Maternidade de Nossa Senhora de Altagracia, na capital da República Dominicana.

Tu que nasceste de uma família pobre de São Domingos, cidade fundada por Cristóvão Colombo e a primeira capital do Império Espanhol do Novo Mundo.

A cidade símbolo da exploração dos mais fortes, da aniquilação dos mais frágeis, do esmagamento de pessoas como tu, tão indefesas como tu.

3.

Querido Damian

Tens menos de uma semana.

E deves estar bem-disposto, não há comparação possível entre o colostro que conheceste até ontem e o leitinho materno que provaste por estas horas.

Na tua casa humilde há alegria.

O teu pai já foi brindar com os amigos ao que espera que tu sejas - de repente, como um milagre, como uma aparição, nasceste e surgiram, como ao Menino Jesus, muitos reis magos.

Gente que te diz o quanto és especial.

O mais especial do bairro e da cidade, o bebé que simboliza o medo e a esperança, a luz e a sua ausência.

4.

E ainda por cima tens o nome do filho do Batman.

Um menino que, como tu, ilumina o mundo e escurece-o ao mesmo tempo e sem contradição - um dia conhecerás a razão.

Espero que tenhas uma boa vida.

Que sejas o que o teu pai brindou com os amigos.

Que sejas especial e possas ter uma vida digna, que possas comprometer-te com o mundo e os outros, que saibas distinguir a profundidade da superfície, que sejas boa pessoa, um bom homem.

5.

As Nações Unidas escolheram-te simbolicamente como o bebé 8 biliões.

A prova de que a humanidade acredita que é possível o futuro, que mesmo nos lugares mais empedrados podem continuar a nascer flores e esperança.

Tu és isso.

Como os meus filhos mais pequenos.

Como o bebé ou a bebé que está agora na barriga de uma mãe que me escuta ou que me lê.

Ou na cabeça de um pai que será outra vez pai.

Ou que será pai pela primeira vez.

Ou de quem pensa dar esse passo, apesar de todas as dúvidas.

Nas suas cabeças, na barriga de cada uma das mães, está já uma semente de futuro, uma esperança.

6.

Querido Damian, não és o filho do Batman.

Tu existes mesmo.

Ainda não tens três quilos, mas o teu peso é esmagador.

É o peso da responsabilidade de vivermos comprometidos com a vida.

Com esperança e futuro.

Por mais loucos que digam que somos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de