Postal do Dia

Já ninguém escreve postais, mas a TSF insiste e manda bilhetes postais com destinatário. Em poucas palavras mas com ideias que fazem pensar: "Postal do Dia", com Luís Osório. De segunda a sexta-feira, depois das 18h00 e sempre em tsf.pt.

António Guterres não é o que muitos julgam

1.
Perguntei-lhe um dia do que sentia medo. As circunstâncias eram outras, ele estava cansado de ser primeiro-ministro, cansado da burocracia, cansado de gastar o seu tempo em reuniões para as quais, na verdade, já não tinha muita paciência.

Perguntei-lhe, dizia, do que sentia medo. Respondeu-me: "Tenho medo de não cumprir os meus talentos, de não os respeitar".

2.
Quando foi nomeado secretário-geral nas Nações Unidas voltei a lembrar-me desta referência à "Parábola dos Talentos". Pensei: ora aí está, ele cumpriu-se. Porque não há a mínima dúvida de que estava preparado para agarrar o que a vida lhe propunha. Era culto, inteligente, tinha experiência executiva, acreditava genuinamente numa ideia de Bem e genuinamente queria fazer a sua parte e ajudar, um bocadinho que fosse, o mundo a ser menos iníquo - fosse isso o que fosse.

3.
António Guterres teve azar. Porque a vida não lhe propôs apenas que cumprisse os seus talentos. O que aconteceu foi outra coisa, uma tempestade perfeita, uma tempestade que nenhum analista seria capaz de antecipar por mais fervorosa que fosse a sua imaginação.

Infelizmente, a ascensão de Guterres ao lugar mais alto das Nações Unidas foi acompanhada de outras ascensões.

De Trump, nos Estados Unidos.
De Bolsonaro no Brasil.
Do Brexit, na Europa.
Do avanço da China.
Da emergência climática.
De outras ameaças populistas um pouco por todo o mundo.

E... como se não bastasse... de uma pandemia que devastou o mundo.

Por fim, a ignóbil invasão da Ucrânia por parte das tropas de Putin.

4.
O ex-primeiro-ministro fez silêncio quando teve de fazer silêncio. E falou quando era realmente necessário falar. Com inteligência e bom-senso foi capaz de passar por tempestades que ameaçavam não deixar pedra sobre pedra.

Nunca o vimos desistir. Nunca o vimos esquecer as palavras que apelam à esperança e ao compromisso. Nunca o vimos deixar de apelar aos líderes políticos e económicos para que não se esqueçam de quem é o seu adversário, para que não se esqueçam de que o inimigo é o ódio, a inveja, os maus pensamentos, os populismos ou autoritarismos.

António Guterres não ganhará esta batalha. Como o Papa Francisco, numa outra dimensão, também não o conseguirá. O mundo está demasiado preso às suas sombras e perversidades. As mudanças efetivas, infelizmente, só acontecerão se os poderes invisíveis (sem qualquer tese conspirativa) acreditarem que estão entre a espada e a parede.

No entanto, e apesar de todos estes pesares, tenho a certeza de que vale a pena combater por uma ideia de Bem. Acredito que o grande mistério está no Bem e não no Mal. E acredito que é muitíssimo mais difícil estar na barricada dos que combatem pela justiça, pela igualdade e a favor do que é justo, do que nas outras barricadas onde o que importa é construir alicerces à ambição e ganhar, ganhar sempre.

5.
António Guterres tem o peso do mundo aos ombros, nota-se isso. Nota-se o cansaço, a dificuldade de passar muitas vezes a mensagem, certamente que terá momentos de angústia.

Por isso, escrevi este postal. É a minha forma de me juntar a quem lhe diz: António, está a valer a pena todo o seu sacrifício.

As forças contrárias são devastadoras, mas a sua presença, as suas palavras, a sua resistência, o seu pragmatismo e paciência têm contribuído para que ainda não tenhamos perdido o pé por completo.

Por isso, obrigado António.

Foi apenas isto que quis escrever.

E já agora... que ninguém nos ouve... quero dizer-lhe que, tantos anos depois daquela conversa em São Bento, o senhor se cumpriu. Soube honrar os seus talentos e por isso não há qualquer razão para ter medo do que a vida lhe continua a propor. É apenas continuar a ser quem é, o que já é muito e raro de encontrar.

E António Guterres não é o que muitos julgam... é bem melhor.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de