Sinais

"Outros Sinais" nas manhãs da TSF, com a marca de água de sempre: anotação pessoalíssima do andar dos dias, dos paradoxos, das mais perturbadoras singularidades. Todas as manhãs, num minuto, Fernando Alves continua um combate corpo a corpo com as imagens, as palavras, as ideias, os rumores que dão vento à atualidade.
De segunda a sexta, às 08h55, com repetição às 14h10.

Desmesura

O número de hoje não é um número bruto, ainda que seja um número brutal. É uma desmesura que a notícia, no fim, traduz em percentagem.

A desmesura chegou ao Supremo. A tal ponto é suprema, a desmesura, que uma juíza suspendeu ontem partes dos decretos assinados pelo presidente.

Os decretos entram hoje em vigor e permitem a flexibilização da compra e uso de armas no Brasil. Saíram partes dos decretos de Bolsonaro pela culatra, mas o poder de fogo da desmesura é assustador. Uma das coisas que a juíza conseguiu foi suspender o decreto que permitia aumentar de quatro para seis o número de armas de fogo em posse de cada pessoa. Vamos aos números brutais: Entre 2018 e 2020, o registo de armas de fogo no Brasil triplicou. Outro número que nos encosta à parede: Só em 2020, em plena pandemia, as vendas de armas no Brasil cresceram 90%. Não é um número bruto, é uma percentagem brutal. A desmesura foi divulgada pelo próprio Bolsonaro. Não é número que se apresente, bruto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de