Sinais

Os "Sinais" nas manhãs da TSF, com a sua marca de água de sempre: anotação pessoalíssima do andar dos dias, dos seus paradoxos, das suas mais perturbadoras singularidades. Todas as manhãs, num minuto, Fernando Alves continua um combate corpo a corpo com as imagens, as palavras, as ideias, os rumores que dão vento à actualidade.

Afastai o algoritmo

Para que serve o algoritmo? Para identificar as emoções humanas tendo em conta o modo como caminhamos. Os cientistas da Carolina do Norte criaram um software que permite analisar um vídeo de alguém caminhando. O software transforma as imagens num modelo 3D, extraindo o movimento. "Caminhante, não há caminho. O caminho faz-se caminhando".

Nacho foi a quinta pessoa na História da Humanidade a dar a volta ao mundo a pé. Houve mais gente a pisar a Lua do que a cometer a proeza do aventureiro espanhol. Ele diz ao repórter de La Vanguardia: "O planeta não é tão grande como se pensa, já que o percorri a pé". Ouviu o canto de milhares de pássaros e os sons da selva desabitada. Viu uma aurora boreal no Alaska e os milhares de pirilampos que iluminam os céus do Equador.

Nunca um algoritmo tinha sido treinado para detetar a emoção de alguém caminhando, diz a outra notícia sobre os avanços da Inteligência Artificial na Carolina do Norte. "O que é que o fez chorar, durante a longa caminhada?", perguntou o repórter. Nacho Dean respondeu: "Certa vez, nos Andes, apareceu um cão que decidiu acompanhar-me. Eu não queria, poderiam surgir problemas ao cruzar a fronteira, mas afeiçoei-me ao cão e ele caminhou, feliz, ao meu lado. Até que, um dia, um camião o atropelou". Afastai o algoritmo. "Caminhante, são teus passos o caminho, e nada mais".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de