Sinais

"Outros Sinais" nas manhãs da TSF, com a marca de água de sempre: anotação pessoalíssima do andar dos dias, dos paradoxos, das mais perturbadoras singularidades. Todas as manhãs, num minuto, Fernando Alves continua um combate corpo a corpo com as imagens, as palavras, as ideias, os rumores que dão vento à atualidade.
De segunda a sexta, às 08h55, com repetição às 14h10.

Números e letras

Juntar os números e as letras. Soletrar o dia, contar o dia pelos dedos.

Mais de 60 mil adultos deixaram de estudar durante a pandemia só no Estado de São Paulo. Um jornal brasileiro conta o caso de Maria das Graças, 60 anos. Teria de caminhar uma hora por dia para chegar à escola. Esperou pelos 60 para ter direito a transporte público gratuito. Mas a pandemia foi a prova dos nove de uma conta gatada. O sonho de Maria das Graças foi confinado. Maria das Graças, Maria Desgraças.

Se fosse há um século: "Teria havido 100 milhões de mortes no mundo", alvitra o director de infecciologia do Santo António, pondo os pontos num i, inevitável nome de jornal. Maria das Graças já saberia o i? Saberia soletrar o nome escrito na placa que anuncia Covide, com "e" no fim? Para muita gente junto à placa desta aldeia de Terras de Bouro e sorri para a fotografia. Mas lá na terra há velhos que não sabem há quanto tempo não saem de casa. Soletram as sete letras da solidão, num silêncio aflito.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de