Sinais

"Outros Sinais" nas manhãs da TSF, com a marca de água de sempre: anotação pessoalíssima do andar dos dias, dos paradoxos, das mais perturbadoras singularidades. Todas as manhãs, num minuto, Fernando Alves continua um combate corpo a corpo com as imagens, as palavras, as ideias, os rumores que dão vento à atualidade.
De segunda a sexta, às 08h55, com repetição às 14h10.

O homem que perguntava

Ao longo da manhã vamos escutar reflexões do teólogo e professor de filosofia Anselmo Borges, em conversa com Manuel Vilas Boas, sobre o teólogo Hans Kung, a quem João XXIII deu a ribalta do Concílio Vaticano II . Kung, o livre-pensador da Igreja, viria a ser condenado ao silêncio do Vaticano durante um quarto de século, durante o pontificado de João Paulo II que lhe recusou audiência depois de a Congregação para a Doutrina da Fé o ter impedido de continuar a leccionar teologia em nome da Igreja. Os corredores do Vaticano fecharam-se-lhe quando pôs em causa a infalibilidade do Papa. Pouco antes, ele fora a Davos defender uma ética global para a política e para a economia mundiais. A evocação do homem que morreu há dias, aos 93 anos, debilitado pela doença de Parkinson, talvez nos reconduza à leitura da sua obra e à importância do questionamento dos dogmas. O desafio que ele nos deixou, sem azedume, ( e disso é prova o jantar de duas horas que ele viria a ter com Ratzinger, seu antigo amigo) era afinal tão simples: não deixes de perguntar, não deixes de semear porquês no caminho que fizeres.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de