TSF à Mesa

Portugal fora, as fronteiras entre regiões são traçadas pelas paisagens e pela mesa. Das cidades às serras ou na imensidão das planícies, da melhor tradição portuguesa ao vanguardismo mais ousado. António Catarino sugere um país gastronómico que vale a pena apreciar.

Baluarte do peixe na urbe sadina

Cidade onde o peixe fresco tem fama, Setúbal é também a cidade do choco frito e de outros pitéus com sabor a mar, que podem degustados num baluarte com localização central.

A curta distância do Parque Natural da Serra da Arrábida, remirando-se nas águas do Sado, vigiadas do alto do castelo de S. Filipe, Setúbal é uma cidade virada para o rio que ali bem perto abraça o oceano.

Na gastronomia setubalense, impera o peixe que dá sustento a muitos; alimentou fábricas de conservas e chegou sempre, muito fresco à restauração local.

Uma forte imagem da cidade de Bocage e Luís Todi e que se tornou destino gastronómico para saborear massacotes, uma espécie de besugo mais pequeno, salmonetes e choco.

Um trio de especialidades que de modo algum reduz as escolhas neste domínio tão vasto, feito de diversidade.

Próximo do mercado do Livramento e do edifício do tribunal, o restaurante BALUARTE DO SADO faz jus à tradição citadina de servir peixe fresco. No mês dos Santos Populares, a sardinha é rainha da ementa desta casa que ostenta na fachada as especialidades: peixe grelhado no carvão; caldeiradas; choco frito.

Para ouvir: Baluarte do peixe na urbe sadina

É um restaurante de características populares, de ambiente descontraído, boa luz natural e uma banca que é atraente mostruário do pescado, ali colocado dia a dia. A escolha do que se pretende é o primeiro passo a dar.

A grelha é um poderoso trunfo deste restaurante pelo aprimorado labor no tratamento dado ao peixe: besugo, garoupa, sargo, cherne, pregado, imperador, peixe-espada.

Para acompanhar, batata cozida e salada, em perfeita e refrescante harmonia.

As prosaicas sardinhas, carapaus ou lulas são alternativa tradicional, mas outros pitéus, igualmente muito saborosos, afirmam-se pela qualidade: as ovas e as eirós ou enguias.

O choco frito, cada vez mais a afirmar-se nos restaurantes setubalenses, é outra das especialidades da casa, onde são reduzidas, como é natural, as propostas cárnicas.

Sobremesas habituais. garrafeira adequada à vocação deste restaurante com serviço despachado e simpático. O BALUARTE DO SADO, em Setúbal.

Localização: Setúbal

Telef.: 265 238 780

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de