TSF à Mesa

Portugal fora, as fronteiras entre regiões são traçadas pelas paisagens e pela mesa. Das cidades às serras ou na imensidão das planícies, da melhor tradição portuguesa ao vanguardismo mais ousado. António Catarino sugere um país gastronómico que vale a pena apreciar.

Escola portuense com nota artística

Pedagogia e criatividade são condimentos de um espaço portuense que é escola de características singulares e onde rigor, profissionalismo e qualidade marcam pontos.

No bonito edifício do n.º 49 da rua da Firmeza, no Porto, continua a funcionar uma escola.

Até há poucos anos, morou lá a Escola de Artes Decorativas Soares dos Reis; em 2014, abriu portas um hotel singular, vocacionado para outro tipo de ensino, é certo, mas igualmente apontado à criatividade e à inspiração, no fundo, ao espírito artístico,

Muitos trabalhos de pintura, escultura e artes gráficas produzidos na outra vida da escola, assumem forma de legado, dão brilho e acrescentam valor à decoração, mas acima de tudo, servem de mote para os rasgos criativos dos alunos da Escola de Hotelaria e Turismo do Porto.

O restaurante A Escola by The Artist, tão perto e tão longe do frenesim da «baixa» do Porto, é, um espaço magnífico, de ambiente tranquilo, elegante e ao mesmo tempo informal.

Graças a uma parceria é um laboratório culinário e palco de avaliação da equipa dirigida pelo chef Hugo Dias.

Um líder com outras experiências já no currículo e que é um pedagogo da arte culinária.

Para ouvir: Escola portuense com nota artística

Um orientador de um grupo de gente aplicada, entusiasta e com experiências várias, unido por uma paixão enorme, formatada ao almoço, de 2.ª a 6.ª feira, nos menus executivo ou de degustação, com cinco e sete experiências.

Pratos com um toque moderno, marcados pelos sabores tradicionais.

Ao jantar, muda o cenário; o espartilho dos menus almoçadeiros cai e cede lugar à inspiração, aos laivos criativos, a numa culinária idealizada para surpreender em ambiente intimista, de luz ténue, que emana de cada quadro pendurado.

De tal forma, que «a horta» chega à mesa: um cremoso de ervilha e beterraba, com cenoura, nabo, tomate cherry, cogumelo Portobello grelhado, micro ervas e arroz trufado.

Produtos da época num conjunto marcado pela textura de sabores e apresentação.

Em seguida, a cavala em duas texturas, tempura e molho de ceviche; cunquate, rúcula e maçã fresca revelou excelente trabalho culinário e atingiu, com mérito, nota muito elevada.

De surpresa em surpresa, a açorda de espargos com secretos de porco preto grelhado e redução de vinho do Porto deu continuidade à prazenteira experiência.

Uma proposta marcada pelo equilíbrio e boa conjugação de sabores.

Para culminar, bacalhau confitado com cremoso de feijão branco, aromatizado com coco e lima, pak choi com redução de soja e mel e um pouco de aneto.

Bacalhau de excelente qualidade, com um inusitado, mas agradável, cremoso de feijão, a estabelecer ligação perfeita.

O epílogo doceiro foi protagonizado por chocolate. Uma mousse com malagueta e morangos.

Harmonia vínica adequada, Carta de bom nível.

Serviço atencioso e profissional neste restaurante de características únicas, onde a pedagogia se estende dos fogões ao serviço de sala sob a forma de risco e desafio para os alunos que já mostram competência e saber.

Nota elevada, portanto, para afixar junto às pautas que, desde os anos 60 do século passado, empalidecem nas vitrinas do átrio.

A Escola continua. Em alta by The Artist, no Porto.

Onde fica:
Localização: Rua da Firmeza nº49 4000-191 Porto
Telef.: 220 132 700

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de