TSF à Mesa

Portugal fora, as fronteiras entre regiões são traçadas pelas paisagens e pela mesa. Das cidades às serras ou na imensidão das planícies, da melhor tradição portuguesa ao vanguardismo mais ousado. António Catarino sugere um país gastronómico que vale a pena apreciar.

Um Galego nos Açores com especialidade regional

No panorama gastronómico de S. Miguel, o bife à regional é um das especialidades mais apreciadas, em particular num restaurante de S. Roque.

Há sempre boas razões para voltar aos Açores e a gastronomia é, seguramente, um desses saborosos motivos para revisitar o território descrito, de modo sublime em «as Ilhas Desconhecidas», pelo escritor Raul Brandão, nos anos vinte do século passado.

Desde então, muita coisa mudou nos Açores. O turismo gerou corrupio de visitantes, mas a beleza das ilhas manteve-se tão fulgurante quanto arrebatadora.

Ponta Delgada é a porta de entrada do arquipélago onde o azul do mar e do céu se tocam no horizonte sem fim.

O oceano é rico em peixe; os campos são férteis em inhame; batata doce; pimenta da terra e açafroa, que dá outro gosto ao molho de vilão.

Os queijos e a carne são igualmente dos produtos de qualidade única e que enriquecem a gastronomia das 9 ilhas.

A visita ao mercado da Graça, em Ponta Delgada, permite ter uma ideia da variedade de produtos que enobrecem a culinária local, a viver uma fase de emancipação, de acordo com parâmetros mais contemporâneos.

Para ouvir: Um Galego nos Açores com especialidade regional

No entanto, os pratos clássicos e os lugares para degustá-los mantêm paradigma, afirmando-se como pilares do diversificado e rico património açoriano neste domínio tão apreciado.

Em S. Roque, seguindo junto ao mar, O Galego/Casa do Bife é um dos locais mais tradicionais e uma casa onde brilha a especialidade associada ao nome.

Em S. Miguel, a simples questão - onde se come o melhor bife à regional? - gera um fartote de discussões, apimentadas pelo gosto de cada um.

Entre os restaurantes mais recomendáveis para saborear o bife do lombo com ovo a cavalo, batata frita, a emblemática tira de pimento vermelho a cobrir e um molho divinal, está esta casa de ambiente informal, descontraído.

A sala é interior, sem cativantes motivos decorativos. Amesendação básica. Tudo sem luxos.

Os grelhados são a proposta maioritária da lista, embora quem vá lá é com o bife à regional no pensamento.

Carne tenra e suculenta, bem temperada, plena de sabor, a proporcionar refeição agradável.

Para sobremesa, o ananás é boa aposta; na doçaria, o pudim de feijão.

Garrafeira suficiente. Serviço a melhorar neste restaurante onde o bife à regional é rei. O GALEGO, em S. Roque, Ponta Delgada, nos Açores.

Onde fica:
Localização: Rua da Praia dos Santos 21, 9500-706 Ponta Delgada (S. Roque, Açores)
Telef.: 296 700 857

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de