TSF à Mesa

Portugal fora, as fronteiras entre regiões são traçadas pelas paisagens e pela mesa. Das cidades às serras ou na imensidão das planícies, da melhor tradição portuguesa ao vanguardismo mais ousado. António Catarino sugere um país gastronómico que vale a pena apreciar.

O Miradouro de Entre-os-Rios

Na confluência do Tâmega e do Douro, Entre-os-Rios mantém o encanto e a animação de uma localidade ribeirinha, modernizada com a instalação de novos equipamentos de apoio à prática de desportos náuticos.

A menos de uma légua de distância das Termas de S. Vicente, aconselhadas para tratamento das vias respiratórias, Entre-os-Rios está integrada na Rota do Românico. A igreja de S. Miguel, sobranceira à povoação do concelho de Penafiel, merece visita, premiada com uma panorâmica deslumbrante. Em pano de fundo, destaca-se a moderna ponte sobre o Douro, construída após a tragédia ocorrida em março de 2001.

Mas, em Entre-os-Rios há um Miradouro que faz jus ao nome. É um restaurante de cozinha tradicional e cuja história, se não tem um século, anda por lá muito perto. Ali esteve instalado o primeiro quartel dos bombeiros locais, antes de ser transformado em restaurante, com dois pisos e uma vista arrebatadora. Em particular da varanda-esplanada.

Há mais de meio século nas mãos da mesma família, mantém o encanto que só a patine do tempo consegue transmitir a estes lugares de boas memórias. O chão em soalho; os frisos em madeira a meio das paredes; a amesendação cuidada, com toalhas e guardanapos em pano; copos adequados; o mobiliário e a decoração com autêntica marca "vintage".

A ementa, não muito vasta, está em harmonia com o ambiente clássico e reflete aposta no receituário tradicional, dos pratos de bacalhau ao cabrito e, na época, à lampreia, uma especialidade da casa.

Para começo de função, nada mais aconselhável que pataniscas, outro dos ex-libris deste restaurante.

Envoltas por fino polme, aveludadas e com abundante recheio, revelaram-se saboroso introito.

Nos pratos de peixe, três opções de bacalhau: à Miradouro, é assado no forno e acompanha com batata assada; à lagareiro, com batata a murro, e à Narcisa, isto é, frito.

O robalo grelhado é alternativa neste capítulo, em que brilharam os filetes de pescada, acolitados por arroz branco e salada. Peixe muito fresco, envolvido por um polme irrepreensível. A merecer aplauso.

Nas carnes, o cabrito assado no forno é rei: chega à mesa em assadeira de barro, na companhia de batatinhas assadas. Em separado, grelos e arroz de forno completam um quadro sugestivo e que faz salivar,

A carne tenra, suculenta e bem temperada, revelou assadura correta. Nota alta para o arroz, bem aberto e solto, e para os saborosos grelos, Em suma: uma escolha muito acertada.

Outras opções: vitela assada no forno ou posta grelhada; costeletão com feijão preto; costelinhas de porco e um trio de bifes - de alcatra, com cogumelos; à cortador, grelhado, e na caçarola ambos com batata frita.

Nas sobremesas, o leite creme queimado, de facto, na hora, revelou-se esplendoroso.

Carta de vinhos bastante razoável, mas algo contida nos verdes da região.

Serviço familiar, atento e muito simpático.

Restaurante Miradouro, em Entre-os-Rios.

Localização: Entre-os-Rios (Penafiel)

Contacto : 255 613 422

GPS : 41.08392 N ; -8.29423 W

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de