TSF à Mesa

Portugal fora, as fronteiras entre regiões são traçadas pelas paisagens e pela mesa. Das cidades às serras ou na imensidão das planícies, da melhor tradição portuguesa ao vanguardismo mais ousado. António Catarino sugere um país gastronómico que vale a pena apreciar.

Os bons sabores do Jacó

Nos terrenos doados por D. Afonso III no século XIII, que mais tarde pertenceram à Herdade da Ninha de Ribamar, também conhecida por Herdade Linda Velha, nasceu um aglomerado populacional nos arredores de Lisboa.

No início, eram apenas duas dezenas e meia de habitações e algumas quintas, que abasteciam a capital de hortícolas; depois, a expansão urbanística alterou por completo a bucólica ruralidade daquele território.

Assim foi crescendo Linda-a-Velha. Prédio a prédio. Num desses blocos habitacionais, abriu uma taberna no alvorecer da década de 70 do século passado.

Anos mais tarde, já em 2001, foi adquirida pelo casal Carla e Cesare. Apaixonados pela cozinha e com muitas viagens mundo fora, entenderam dar maior expressão aos encontros de amigos à mesa e em casa. E meteram mãos à obra.

O espaço, na rua Rangel de Lima, junto à Praceta Crianças, foi transformado no restaurante Jacó, com uma sala de ambiente agradável e uma decoração com um toque rústico, a recordar a história da casa. As inúmeras fotos nas paredes expressam o agrado da clientela pela cozinha regional portuguesa, a base da lista. Todavia, podem surgir outros pratos, fruto de momentânea inspiração, cruzando sabores angolanos e italianos.

Para começar, cogumelos grelhados; queijo Serra da Estrela; pimentos assados ou lascas de parmesão com tomate seco.

À sopa de cação é particularmente apreciada, mas na lista destacam-se o caril de caranguejo à indiana e, para duas pessoas, a açorda de ovas com gambas.

Neste capítulo, referência para o brás de camarão e o arroz de bacalhau com gambas.

Na lista, surgem vários pratos de resistência: chanfana de cabra velha; pezinhos de coentrada; feijoada saloia; moira cozida com grelos.

O lado tradicional da ementa contempla ainda costeletinhas de borrego; ossos com couve lombarda; tiras de novilho com batata grelhada e churrasquinho de vitela; rabo de boi com feijão e, para duas pessoas, babete de porco,

Na ementa do dia, surgem outras opções: joaquinzinhos fritos ou filetes de sardinha com arroz de tomate; sopa seca de bacalhau; gravatinha de porco; cação de coentrada; arroz de pato no forno.

Para terminar, gelado com figos avinhados ou mousse "pedra" de chocolate com nozes.

Excelente garrafeira. Serviço eficiente, marcado pela simpatia neste restaurante com uma cozinha de muito bom nível.

Jacó, em Linda-a-Velha.

Localização: Linda-a-Velha (Oeiras)

Contacto: 21 419 52 98

GPS : 38.71100 N ; -9.24394 W

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de