TSF à Mesa

Portugal fora, as fronteiras entre regiões são traçadas pelas paisagens e pela mesa. Das cidades às serras ou na imensidão das planícies, da melhor tradição portuguesa ao vanguardismo mais ousado. António Catarino sugere um país gastronómico que vale a pena apreciar.

Paradigma de qualidade em Paço de Arcos

As estadias de el-rei D. Manuel I em Paço de Arcos, para caçar nas redondezas ou, de acordo com outras fontes, para ver a partida das caravelas rumo às Índias, estão na base da toponímia da localidade.

O Palácio dos Arcos, hoje unidade hoteleira, batizado paço pelo povo, é o símbolo dessa época venturosa ali vivida e que abriu as portas à realeza, atraída pela beleza da região.

Paço de Arcos é um centro de atividades náuticas e tem o hóquei em patins como embaixador desportivo. Berço de grandes estrelas da modalidade, nomeadamente, os primos Correia dos Santos e Jesus Correia, um dos cinco violinos do futebol sportinguista.

Nas imediações do pavilhão que substituiu o velho rinque do jardim junto à estrada marginal, o restaurante Borges, em local recatado, atrai há quatro décadas os apreciadores da boa cozinha.

Um dos segredos é o paradigma de qualidade que tem sabido manter: boa matéria-prima e culinária adequada.

O espaço, onde se destaca a montra com peixe logo à entrada, é acolhedor e confortável.

Na ementa, o peixe fresco é maioritário, na melhor tradição da casa, mas a oferta, sempre variada, depende da safra diária.

Para início de função, há várias opções: tábua de queijo e paio ibérico; amêijoas à Bulhão Pato e marisco, muito em particular sapateira e camarão.

Os arrozes são especialidade da casa e dificultam a escolha, tão sugestivas são as propostas, nomeadamente, arroz de marisco (para duas pessoas) ou de tomate. Este, senhor de muita fama, é ideal para acompanhar filetes de peixe-galo.

A lista apresenta outras sugestões aliciantes, em particular, linguadinhos fritos com açorda de ovas; cataplana de marisco; cabeça de garoupa cozida ou grelhada; açorda de gambas.

Nos pratos de carne, destaca-se o emblemático cabrito assado, mas também há outras alternativas, com destaque para escalopes de lombo com cogumelos; bife de lombo à portuguesa e medalhões no espeto com bacon.

Para concluir, o merengado de noz e amêndoa é o destaque nas sobremesas.

Garrafeira de bom nível.

Serviço simpático nesta casa que continua a afirmar-se pela comida de conforto de bom nível.

Restaurante Borges, em Paço de Arcos

Localização: Paço de Arcos (Oeiras).

Contacto : 214 432 659

GPS : 38.69337 N ; -9.29786 W

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de