TSF à Mesa

Portugal fora, as fronteiras entre regiões são traçadas pelas paisagens e pela mesa. Das cidades às serras ou na imensidão das planícies, da melhor tradição portuguesa ao vanguardismo mais ousado. António Catarino sugere um país gastronómico que vale a pena apreciar.

Porto Alto de sabores ribatejanos

No coração da lezíria, em plena Reserva Natural do Estuário do Tejo, Porto Alto mantém-se como movimentado local de passagem.

À entrada da localidade, para quem vem da reta do Cabo e de Vila Franca de Xira, surge uma rotunda, onde desemboca a avenida Mário Mendes Delgado. Artéria desafogada, destaca-se pelos edifícios de construção moderna, que traduzem o crescimento de Porto Alto nas últimas décadas. Um pequeno telheiro num desses prédios, identifica o restaurante Chico do Porto.

É uma casa com tradição e onde a cozinha ribatejana, trabalhada com esmero, privilegia os bons produtos regionais, entre eles o arroz carolino das lezírias; enguias; sável e a carne de touro bravo.

À entrada, uma pequena sala, com uma montra e um balcão, antecede a cozinha, bem à vista, e onde o labor é, por vezes frenético.

O espaço divide-se por duas salas, em tons de azul e branco, com lambris em azulejo, confortáveis, com mesas e cadeiras em madeira. Ao fundo, uma terceira sala, destinada a grupos.

Na decoração não faltam motivos e referências à arte equestre e ao toureio, duas atividades muito queridas das gentes do Ribatejo.

Nas entradas, destacam-se os peixinhos da horta, envoltos em polme aprimorado, com fritura correta; os pastéis de bacalhau e o presunto pata negra.

Uma das especialidades da casa são as enguias: fritas ou de caldeirada, e em particular, o ensopado.

Na época, o sável frito com açorda de ovas e o arroz de lampreia enobrecem o lado mais tradicional da ementa, em que pontifica o ribatejano torricado de bacalhau.

As carnes de touro bravo, bem temperadas, são uma referência, a par de outra especialidade: posta de novilho grelhada com molho de alho picado, azeite e vinagre.

O bife de touro bravo ou os lombinhos de vitela fritos em azeite e alho à antiga portuguesa reforçam o setor cárnico, em que figuram galinha de cabidela e arroz malandrinho de coelho.

Nas sobremesas, destaque para o arroz doce e farófias.

Boa garrafeira, Serviço simpático neste restaurante com uma cozinha onde se pratica uma culinária segura.

Chico do Porto, em Porto Alto, Samora Correia.

Localização: Porto Alto, Samora Correia (Benavente)

Contacto : 263 242 5189

GPS : 38.92485 N ; -8.88631 W

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de