TSF à Mesa

Portugal fora, as fronteiras entre regiões são traçadas pelas paisagens e pela mesa. Das cidades às serras ou na imensidão das planícies, da melhor tradição portuguesa ao vanguardismo mais ousado. António Catarino sugere um país gastronómico que vale a pena apreciar.

Tabuleiro lisboeta em conta

Longe vão os dias em que, para ir do Lumiar a Carnide, ao tempo freguesias na periferia lisboeta, a estrada de Telheiras era o caminho a seguir.

A Aldeia de Telheiras, um conjunto de casas mais humildes por ali existentes no dealbar dos anos 60 do século passado, acabou por desaparecer. A galopante urbanização dos terrenos transfigurou aquela zona, que rapidamente ficou transformada numa desordenada floresta de betão cruzada por vários eixos rodoviários.

Uma das rotundas mais movimentadas, a praça S. Francisco de Assis, onde se destaca escultura "Cidade Imaginária", de Charters de Almeida, é ponto de referência para aceder a O Tabuleiro, situado ali bem perto, na rua Padre Américo.

É um restaurante típico de bairro, despretensioso, ideal para o dia a dia e, como tal, muito frequentado.

A grelha e a comida de tacho são a base de uma cozinha simples e honesta, uma vez que o ritmo, por vezes frenético, do quotidiano nas grandes cidades, obriga a pausas rápidas

Nas entradas, há frango à passarinho; cataplana de amêijoas e ovos mexidos com farinheira.

A sugestão do dia tinha como propostas, no dia da visita, para além de sopa de alho-francês, filetes de pescada com arroz de tomate; bochechas de porco alentejano; naco da vazia com ananás e ensopado de coelho acompanhado com batata cozida e peixe-espada grelhado.

Uma posta bem servida, saborosa, a refletir adequado trabalho na grelha.

No carvão, há mais alternativas: bife de espadarte e ovas de pescada ambos ao alhinho; meia cabeça de pargo com legumes; dourada ou robalo, ambos escalados e posta de garoupa.

Nota positiva, neste capítulo, para a honestidade da referência "do mar", sugerindo para duas pessoas: pregado, dourada e robalo, bem como a pescada do anzol cozida com todos.

As carnes no carvão oferecem panóplia de sugestões, que vão das bochechas de porco alentejano ao naco da vazia com ananás.

Referência para o lombo de vitela com molho Bernaise e para a picanha na grelha com ananás e feijão-preto.

Uma das especialidades da casa é o bife na frigideira. Com ovo a cavalo e molho de cerveja, ou de natas, apresentou-se à altura da tradição. Carne tenra, molho apurado.

Neste capítulo de especialidades, referência para as cataplanas, todas para duas pessoas, de garoupa; mista de peixes ou de esparguete com camarão.

O tachinho de arroz de peixe ou de garoupa com camarão marca a diferença entre opções mais comuns.

Sobremesas vulgares.

Carta de vinhos razoável.

Serviço rápido neste restaurante com preços em conta.

Onde fica?

O Tabuleiro, em Telheiras, Lisboa.

Localização. Lisboa

Contacto: 217 140 899

GPS : 38.76354 N ; -9.18088

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de