TSF à Mesa

Portugal fora, as fronteiras entre regiões são traçadas pelas paisagens e pela mesa. Das cidades às serras ou na imensidão das planícies, da melhor tradição portuguesa ao vanguardismo mais ousado. António Catarino sugere um país gastronómico que vale a pena apreciar.

Um oásis citadino

O bulício citadino e o barulho do trânsito, intenso e frenético, ficam lá fora, no lado exterior dos muros de uma propriedade atapetada a verde, com arvoredo frondoso e camélias centenárias.

O cenário fico completo com a mansão senhorial de idade muito respeitável, um lago e o mirante: um conjunto que é património de interesse público há mais de quatro décadas.

Um cenário idílico, retemperador, tranquilo que dá pelo nome de Quinta do Fojo, em Vila Nova de Gaia.

Mesmo ao lado da A1, a propriedade, registada em 1714 pelo general William Neville, descendente da família real britânica, foi quartel-general das tropas de Arthur Wellesley.

O futuro duque de Wellington instalou na quinta, durante a 2.ª Invasão Francesa, o posto de comando das tropas aliadas e ali traçou o plano de ataque ao exército às ordens de Napoleão, que conquistara o Porto, originando a tragédia da Ponte das Barcas.

Mais calmo é o panorama que se vislumbra do restaurante Golfe da Quinta do Fojo, onde uma sala mantém o nome de Wellington. Uma forma de perpetuar a memória do distinto militar britânico.

O espaço principal e o deck gozam de muita luminosidade e vista privilegiada para um cenário pintado a verde. O ambiente é elegante; a decoração de acordo com os padrões atuais.

O menu executivo, disponível ao almoço, de 2.ª a 6.ª feira, é uma proposta aliciante: sopa; duas opções de peixe e igual número de pratos de carne e uma proposta vegetariana. A sobremesa tem um custo acrescido.

O preço não especulativo convida a saborear uma refeição mais despretensiosa: uma das propostas - o tão portuense bacalhau à Gomes de Sá não desiludiu; outra escolha, arroz de tamboril, satisfez o paladar.

Diversas opções podem figurar no menu, que muda a cada semana: arroz de bacalhau; robalo com crosta de broa, batata a murro e grelos; empada de cogumelos; jardineira de novilho são alguns dos pratos que podem constar na ementa do dia.

A carta propriamente dita assenta em quatro pratos, referidos como especialidades e que refletem, de algum modo, uma cozinha sóbria.

Polvo grelhado, acompanhado com esmagada de batata com chouriço e salsa e cebolinhas assadas é um dos pratos desse capítulo.

Com sabor marinho, outra opção para uma ou duas pessoas: arroz cremoso de tamboril e gambas.

Nos pratos de carne, rosbife, com mousse de grelos e batata chips ou bochecha de vitela com puré trufado e cogumelos são as escolhas.

Nas sobremesas, boa nota para a tarte de limão merengada.

Carta de vinhos de bom nível. Serviço sem motivos para reparo neste restaurante agradável, com boas propostas diárias e privilegiada localização. Golfe da Quinta do Fojo, em Canidelo, Vila Nova de Gaia.

Localização: Canidelo (V.N. Gaia)

Contacto : 220 424 771 ; 968 448 104

GPS: 41.12565 N ; -8.63776 W

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de