TSF à Mesa

Portugal fora, as fronteiras entre regiões são traçadas pelas paisagens e pela mesa. Das cidades às serras ou na imensidão das planícies, da melhor tradição portuguesa ao vanguardismo mais ousado. António Catarino sugere um país gastronómico que vale a pena apreciar.

Uma ode aos sabores da carne

O WOW - World Of Wine (Mundo do Vinho), com nove museus e seis restaurantes é uma das atrações da zona ribeirinha de Vila Nova de Gaia, coexistindo com as emblemáticas caves e os históricos armazéns onde repousa um dos mais famosos néctares do mundo.

A esplêndida localização, a meio da encosta sobranceira ao rio Douro, é outro dos atributos do WOW, onde o restaurante 1828 recorda o ano da crise que levou às Lutas Liberais, a guerra civil portuguesa que durou até 1834.

A atmosfera da época foi recriada na decoração da sala, de ambiente elegante e vista privilegiada para o rio e para o Porto, e nos uniformes dos elementos do staff do restaurante, onde as carnes maturadas de qualidade premium estão no topo.

Um estatuto reforçado pela recente parceria com o El Capricho de José Gordón, o famoso chef espanhol do restaurante com fama mundial dos arredores de León.

O El Capricho, conhecido pela elevada qualidade das carnes de bois velhos maturadas, é um projeto de José Gordón, que trabalha com 15 raças ibéricas de bovinos,

A parceria estabelecida com o restaurante 1828 traduz-se no novo menu de degustação exclusivo, em que são servidas carnes com 20 e 30 dias de maturação. Um processo minucioso, de modo a permitir que gordura externa chegue ao interior e dê à carne uma textura tenra e um sabor diferente.

A sequência do menu de degustação tem início com um croquete de carne com maionese de trufa.

Segue-se o rosbife: picanha de boi com 30 dias de maturação, com duas horas no forno a baixa temperatura -- 45 graus -- e cristais de sal. Excelente sabor.

O tártaro de lombo de boi com 20 dias de maturação, cortado à mão, e caviar fez o palato exultar. Excelente tempero com condimentos clássicos: alcaparras, pepinos em vinagre, cebola branca toque de mostarda de Dijón e picante caseiro. Para acompanhar, pão artesanal de alecrim.

Menos conseguida, a beringela, fumada e assada com brotos de ervilha.

Plena de sabor, a cecina de boi, com quatro anos de cura.

Em seguida, a morcela, 100% de boi, com crostini de pão artesanal e pickle de maçã Granny Smith, satisfez.

Em crescendo, a costela de boi revelou excelente preparação: a carne de novilho confitada a baixa temperatura, a desfazer-se na boca e a flor de sal de Aveiro a realçar o sabor.

Para concluir, a chuleta: um costeletão com 10 dias de maturação, sal marinho, batata frita caseira, pimentos de Padrón e tomate cherry confitado. Um final apoteótico, adoçado pelo lingote: 75 por cento de cacau e frutos secos.

A harmonização vínica esteve à altura do elevado nível revelado pelas carnes maturadas trabalhadas pelo chef espanhol.

As propostas deste restaurante não se limitam ao menu de degustação.

Na carta habitual, há sugestões cárnicas com passagem pelo Josper, um forno de carvão, grelha e temperatura controlada ao minuto; risotto de cogumelos do bosque e polvo com cremoso de batata-doce.

O 1828/El Capricho, no WOW, em Vila Nova de Gaia, é uma ode aos sabores da carne.

Localização: Vila Nova de Gaia

Contacto: 220 121 212

GPS : 41.13614 N ; -8.61319 W

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de