TSF Pais e Filhos

Como a intuição não chega e eles não nascem com livro de instruções, a TSF propõe um programa para partilhar ideias, conselhos de quem sabe (desde os conselhos técnicos de pediatras e psicólogos, aos conselhos de pais), propostas de lazer, de brincadeiras, de passeios e reportagem. Sem nunca deixar de responder às dúvidas dos pais, vamos também ouvir os filhos. Com coordenação de Rita Costa e sonoplastia de Miguel Silva.
De segunda a sexta, às 08h40 e 16h40

A comunicação entre os pais e a escola

Neste TSF Pais e Filhos a psicóloga Célia Oliveira explica a importância de manter uma comunicação aberta entre os encarregados de educação e a escola.

O contacto regular entre os encarregados de educação e a escola é fundamental.

A psicóloga Célia Oliveira defende que essa comunicação tem um papel importante no desempenho e na aprendizagem das crianças e pode evitar situações como as que ocorreram em março, quando as escolas fecharam: as escolas nem sempre conseguiam contactar as crianças.

"Nós sabemos que a comunicação entre as escolas e famílias é bastante heterogénea. Mas os que comunicam menos com as escolas são pais de crianças com mais dificuldades, mais frágeis", afirma a psicóloga.

Célia Oliveira acredita que não é uma coincidência que essa comunicação tende a ser mais difícil nas famílias com baixo extrato socioeconómico.

Ouça aqui este "TSF Pais e Filhos", um programa de Rita Costa, com sonorização de Miguel Silva

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de