TSF Pais e Filhos

Como a intuição não chega e eles não nascem com livro de instruções, a TSF propõe um programa para partilhar ideias, conselhos de quem sabe (desde os conselhos técnicos de pediatras e psicólogos, aos conselhos de pais), propostas de lazer, de brincadeiras, de passeios e reportagem. Sem nunca deixar de responder às dúvidas dos pais, vamos também ouvir os filhos. Com coordenação de Rita Costa e sonoplastia de Miguel Silva.
De segunda a sexta, às 08h40 e 16h40

Crianças seguras educam-se melhor

A convicção é da psicóloga clínica Laura Sanches que acredita que uma criança segura é uma criança que confia mais nos pais.

"Uma criança segura é uma criança que mais facilmente se deixa orientar. Não quer dizer que vão acabar todas as discussões, mas uma criança segura é uma criança que confia nos pais acima de tudo e que, nos momentos importantes, sabe que aquilo que os pais dizem é o que vale."

Laura Sanches acredita também que uma criança segura é uma criança que, à partida, está mais tranquila, tem menos explosões, menos birras. "Não quer dizer que não as tem, porque obviamente tem, e tem que ter, porque elas são saudáveis", sublinha a psicóloga clínica, que nota que uma criança que nunca faz birras pode ser sinal de que algo não está bem.

Com uma criança segura, o que acontece, revela Laura Sanches, é que, mesmo depois das birras, ela deixa-se acalmar e consolar mais facilmente. "É uma criança que, à partida, se porta melhor em qualquer situação."

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de