TSF Pais e Filhos

Como a intuição não chega e eles não nascem com livro de instruções, a TSF propõe um programa para partilhar ideias, conselhos de quem sabe (desde os conselhos técnicos de pediatras e psicólogos, aos conselhos de pais), propostas de lazer, de brincadeiras, de passeios e reportagem. Sem nunca deixar de responder às dúvidas dos pais, vamos também ouvir os filhos. Com coordenação de Rita Costa e sonoplastia de Miguel Silva.
De segunda a sexta, às 08h40 e 16h40

"Não há previsões neste momento. Resta aguardar"

Estar fechado em casa durante tantos dias põe os nervos à flor da pele. No entanto, sem previsões sobre quanto tempo irá durar o isolamento, o pediatra Paulo Oom aconselha a manter a calma.

Depois de vários dias em isolamento, a impaciência começa a crescer.


O pediatra Paulo Oom alerta, no entanto, que é essencial manter a calma porque a situação pode piorar antes de melhorar.


"É quase como navegar à vista até os casos começarem a diminuir. Nessa altura podemos estar mais descansados", sublinha o pediatra.


Mas, até lá, é necessário manter todos os cuidados recomendados pela Direção Geral de Saúde.


"Teremos que analisar o dia-a-dia. Pode ser necessário prolongar esta quarentena mais tempo até garantirmos que o número de casos já é muito baixo e que não justifica a quarentena. Em Macau, por exemplo, o número de casos diminuiu muito assim", diz Paulo Oom.


Não é possível ter previsões neste momento. Resta aguardar. No entanto, Paulo Oom considera que a melhor recomendação continua a ser o isolamento de todos: pais e filhos.

Ouça aqui este "TSF Pais e Filhos", um programa de Rita Costa, com sonorização de Miguel Silva

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de