TSF Pais e Filhos

Como a intuição não chega e eles não nascem com livro de instruções, a TSF propõe um programa para partilhar ideias, conselhos de quem sabe (desde os conselhos técnicos de pediatras e psicólogos, aos conselhos de pais), propostas de lazer, de brincadeiras, de passeios e reportagem. Sem nunca deixar de responder às dúvidas dos pais, vamos também ouvir os filhos. Com coordenação de Rita Costa.
De segunda a sexta, às 08h40, com repetição às 16h40. Edição alargada à terça-feira, às 18h45.

O seu filho não toma o pequeno-almoço?

É cedo, está com sono e muitas vezes rejeita o pequeno-almoço, mas, sendo uma refeição tão importante, vale a pena encontrar estratégias para que a criança não salte o pequeno-almoço. A nutricionista Ana Leonor Perdigão deixa algumas ideias.

"Acordar um bocadinho mais cedo, não colocar muita pressão no momento (porque funciona ao contrário) e preparar de véspera deixando a mesa posta, por exemplo", são algumas estratégias apontadas pela nutricionista Ana Leonor Perdigão, que, apesar de considerar que não existe uma resposta mágica, acredita que há gestos que podem ajudar.

Há também que ter atenção às questões mais "logísticas". Se é mais difícil comer um pão com queijo, porque não comer uma taça de cereais mais saudáveis - que são mais fáceis de comer e cuja preparação é mais rápida? Para a nutricionista, as opções que demoram mais tempo podem ser deixadas para o fim de semana ou para um dia em que as aulas começam mais tarde.

Lutar contra o sono será o mais difícil, mas a nutricionista Ana Leonor Perdigão acredita que é possível encontrar estratégias, caso a caso, e que "envolver as crianças no processo ajuda bastante".

"Há um aspeto muito importante: o exemplo que é dado pelos pais. É muito importante que as crianças percebam que os pais também tomam o pequeno-almoço", salienta Ana Leonor Perdigão. "Pode não ser no mesmo momento, porque sabemos que isso é difícil, mas se as crianças perceberem que os pais também tomam o pequeno-almoço, é um exemplo que hão de seguir, mesmo que não seja de forma consciente."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de