TSF Pais e Filhos

Como a intuição não chega e eles não nascem com livro de instruções, a TSF propõe um programa para partilhar ideias, conselhos de quem sabe (desde os conselhos técnicos de pediatras e psicólogos, aos conselhos de pais), propostas de lazer, de brincadeiras, de passeios e reportagem. Sem nunca deixar de responder às dúvidas dos pais, vamos também ouvir os filhos. Com coordenação de Rita Costa.
De segunda a sexta, às 08h40, com repetição às 16h40. Edição alargada à terça-feira, às 18h45.

Uma peça de fruta ou uma salada de fruta?

A regra deve ser "five a day" - cinco frutas e legumes por dia, explica a nutricionista Zélia Correia. O recomendado é que, dessas cinco, três sejam fruta - pelo que é mais fácil se as peças de fruta forem consumidas isoladamente.

"Não se deve ultrapassar as três peças de fruta por dia porque a fruta é muito boa, é saudável, mas ela também nos fornece açúcar, fornece-nos a frutose e daí que não se deve exagerar nas porções", explica a nutricionista Zélia Correia, que recomenda que se escolham as frutas da época e de porção mais pequena.

A nutricionista indica que, se a fruta for consumida ao natural, quem a come tem a noção que está a consumir uma porção de fruta e que pode conjugá-la com uma bolacha, uma tosta ou frutos oleaginosos, que não perde propriedades nutricionais, até pelo contrário. Também é possível conjugá-la com lácteos, o que promove uma maior saciedade.

"A salada de frutas deve ser evitada, principalmente se não for confecionada em casa, porque as da rua, por norma, têm três ou quatro unidades de fruta diferentes, podem ter fruta enlatada e, em muitos casos, adicionam-lhe sumo de fruta ou concentrado de fruta, que contém é um líquido carregado de açúcar", alerta Zélia Correia. Feita em casa, a salada de fruta é mais saudável e pode ser consumida de vez em quando.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de