Um dia de cada vez

O que é preciso é viver Um Dia de Cada Vez! O que é preciso é dizer Um Dia de Cada Vez. A jornalista Teresa Dias Mendes abre a janela da rádio e interroga a dura prova da passagem dos dias: os receios, os novos desafios, o modo como se resiste a um isolamento exigente.
Para ouvir de segunda a quinta-feira, depois das 19h00 e em TSF.PT

Porque conversar é caminhar com palavras

Um dia de cada vez

Ana Gomes

Entre o Pilates e a reflexão

A quarentena de Ana Gomes devolveu-lhe o tempo que a política no Parlamento Europeu confiscou ao exercício físico. Vai cuidando da saúde mental, e das articulações, enquanto o cérebro oxigena as ideias e a ponderação necessária, para decisões maiores. Sem pressa, de avançar para uma candidatura presidencial, se for essa a próxima batalha, confessa que também gosta de dar os seus mergulhos, mas nunca a veremos na fila do supermercado, em fato de banho, "seria indecoroso da minha parte, e nem tenho a invejável forma física do Presidente Marcelo".

Confinadamente apaziguado

Confinadamente apaziguado

"Estar em casa é estar no meu paraíso", é com esta simplicidade, que António Bagão Félix, nos fala duma quarentena com "Alma de fé", a adaptação do nome do lugar no Alentejo (Almadafe), onde se refugiou da pandemia. Ali, em Sousel, no Monte das Flores, a casa de campo de há 22 anos, o antigo governante alimenta o fascínio das plantas. Entre 300 oliveiras centenárias e mais de 250 espécies religiosamente catalogadas, nas folhas do Excel, ali, estão as sementes que o fazem germinar.