Verdes Hábitos

Os hábitos também se mudam. No combate ao estado de emergência climática, todas as semanas damos a conhecer novas ideias para mudar velhas rotinas. Com Sara Beatriz Monteiro e Inês André de Figueiredo.
Para ouvir todas as sextas-feiras, às 18h40.

Da raiz à rama. É possível mudar o mundo a partir das nossas cozinhas?

Utilizar fruta muito madura para bolos e tartes ou para fazer frutas em calda é uma das sugestões de Sofia Magalhães para reduzir o desperdício alimentar em casa.

Sofia Magalhães não tem dúvidas: é possível mudar o mundo a partir das nossas cozinhas. Foi quando, em Luanda, viu caixotes do lixo com o dobro da sua altura a abarrotar, que a autora do Blog da Spice percebeu a quantidade de lixo que o ser humano gera. Mais tarde, conheceu páginas e negócios sustentáveis, como a mercearia Maria Granel, e decidiu contribuir para esta onda de mudança, através de um blogue sobre cozinha natural, consciente e saudável, focado na questão do desperdício alimentar. Aquilo que foi aprendendo ao longo dos anos está agora compilado no livro que acaba de lançar "Da raiz à rama", um guia para mostrar que, se dermos os passos certos, "nada se perde, tudo se cozinha".

Em entrevista ao programa da TSF "Verdes Hábitos", Sofia Magalhães descreve o desperdício alimentar como um "flagelo" frequentemente ignorado e sublinha que quando um alimento vai para o lixo há uma série de recursos que foram gastos em vão.

"Quando pensamos em desperdício alimentar tendemos a pensar só no fim da cadeia. Pensamos que estamos a desperdiçar uma maçã e não pensamos que para termos aquela maçã foi necessária uma série de recursos, como água, solo, mão-de-obra, transporte, embalamento. Quando desperdiçamos a maçã não desperdiçamos só o fruto, desperdiçamos todos esses recursos, toda essa cadeia", sustenta.

Por isso, no livro "Da raiz à rama", Sofia mostra como escolher, utilizar, acondicionar e aproveitar os alimentos, já que, na perspetiva da autora, para combater este problema não são necessárias ações muito grandes, mas "muitas pessoas a fazer ações pequeninas".

Para Sofia Magalhães, tudo começa no momento da compra, mas não fica por aí. O livro tem um conjunto de técnicas e de dicas "não só sobre a forma como compramos, mas também onde compramos e também sobre a parte do acondicionamento e da conservação". Na parte final, há ainda "receitas com partes de alimentos que normalmente não estão ou não existem na maioria dos livros de culinária", como talos, ramas, cascas e sobras de comida. Além disso, para facilitar a consulta, o livro está estruturado por tipo de desperdício, "quase como um manual".

Quer reduzir o desperdício alimentar? Sofia Magalhães deixa três dicas

1) Saber acondicionar bem os alimentos. Cada grupo de alimentos acondiciona-se de uma forma diferente;

2) Fazer receitas que nos permitam aproveitar todas as partes dos alimentos: caldo de legumes, chá a partir de cascas de fruta, etc.;

3) Utilizar fruta muito madura para bolos e tartes ou para fazer frutas em calda.

OUÇA AQUI TODOS OS EPISÓDIOS DO VERDES HÁBITOS

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de