Verdes Hábitos

Agir é preciso! As mudanças de hábitos em tempos de emergência climática. As grandes questões, os desafios, os problemas relacionados com a sustentabilidade e o ambiente. "Verdes Hábitos" na TSF com Carolina Quaresma e a Associação Ambientalista Zero. Às segundas-feiras depois das 20h00 e sempre em tsf.pt.
(Até 2021 o programa foi da autoria de Sara Beatriz Monteiro e Inês André de Figueiredo).

Menos coisas, mais experiências. Ambientalista imperfeita ensina a ter um Natal sustentável

O Verdes Hábitos visitou a casa de uma das principais referências da sustentabilidade em Portugal, Joana Guerra Tadeu, para perceber como se pode viver um Natal mais amigo do ambiente.

As melhores memórias dos Natais da infância de Joana Guerra Tadeu não são dos presentes que recebeu, mas dos pequenos rituais que viveu em família como enfeitar o pinheiro ou preparar a mesa para a ceia da véspera. Hoje, adulta, ativista e ambientalista imperfeita (como gosta que a descrevam) faz por preservar essas recordações, sem deixar que a febre do consumismo tão presente nesta época lhe bata à porta.

O pinheiro no canto da sala não é de plástico, foi retirado de uma mata, através do projeto Pinheiro Bombeiro, a fim de prevenir incêndios, e no final da época natalícia pode ser devolvido, sendo depois "reaproveitado para biomassa". A solução agrada à ativista ambiental e consultora para projetos com objetivos de desenvolvimento sustentável, mas Joana Guerra Tadeu sublinha, em entrevista ao programa da TSF "Verdes Hábitos", que a melhor solução é sempre aquela que já se tem em casa.

"Se já tiverem um pinheiro artificial -como nós temos em casa dos meus pais um que era dos meus avós e já tem mais de 40 anos - essa é a opção mais sustentável. O melhor é cuidar bem das coisas, protegê-los do pó, embalá-los e tê-los num sítio sem humidade, usando-os pelo máximo de anos possível", lembra.

Natural ou de plástico, nenhum pinheiro fica completo sem luzes e enfeites. Quanto às primeiras, a ambientalista imperfeita recomenda que se usem sempre lâmpadas LED, por gastarem menos energia. Já em relação aos enfeites, o melhor é procurar marcas portuguesas que usem materiais naturais, como a madeira, alguns tecidos ou que sejam recicláveis ou fazer as próprias decorações, por exemplo, com "pinhas, sementes de magnólia, laranjas desidratadas e raminhos".

É possível fugir ao consumismo desenfreado da quadra natalícia?

Quando questionada sobre se é possível fugir à febre do consumismo que marca esta época, Joana Guerra Tadeu é perentória: "se fizer sentido para nós, é muito fácil".

Na hora de oferecer presentes, a ativista aconselha a "sabermos o que é que as pessoas querem e darmos presentes que as pessoas realmente desejam" e a oferecer menos coisas e mais experiências como "um bilhete para o teatro, um vale ou uma viagem, se tivermos dinheiro para isso".

Para quem se está a iniciar num estilo de vida mais sustentável, Joana Guerra Tadeu recomenda "oferecer alguns produtos que, neste momento, ainda são alternativas aos normais para educar as pessoas à sua volta para o problema dos descartáveis".

E se no momento de dar presentes a escolha é totalmente nossa, na hora de os receber é mais difícil controlar o fator sustentabilidade. Por isso, a ambientalista imperfeita aconselha que se vá sensibilizando a família e os amigos ao longo do ano.

No caso das crianças, é boa ideia "fazer uma carta ao pai natal", para que os mais pequenos percebam porque é que querem as prendas e se precisam realmente desses presentes e, depois, "distribuir a carta pela família".

Para ajudar quem se quer iniciar num estilo de vida mais sustentável nesta quadra, Joana Guerra Tadeu disponibilizou em novembro um workshop natalício que deu origem a um e-book. O documento inclui temas como o impacto ambiental e social das tradições da quadra, dicas para discutir mudar tradições com a família, uma proposta de template para carta ao pai natal, propostas de atividades natalícias sem desperdício, destralhe consciente de fim de ano/ano novo, princípios e ideias para presentes conscientes, tutoriais e receitas para projetos de decoração, presentes e alternativas plant based, opções ecológicas para árvore de natal, decorações e embrulhos e cuidados a ter com lixo e reciclagem no Natal. O e-book tem um custo de oito euros pode ser comprado através do e-mail ola@ambientalistaimperfeita.com.

OUÇA AQUI TODOS OS EPISÓDIOS DO VERDES HABITOS

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de