Verdes Hábitos

Os hábitos também se mudam. No combate ao estado de emergência climática, todas as semanas damos a conhecer novas ideias para mudar velhas rotinas. Com Sara Beatriz Monteiro e Inês André de Figueiredo.
Para ouvir todas as sextas-feiras, às 18h40.

Usado é mau-olhado? As vantagens de comprar um vestido de noiva em segunda mão

O Verdes Hábitos esteve no ateliê Oficina para saber mais sobre a plataforma de compra e venda de vestidos de noiva em segunda mão New Story Bridal.

Há quem diga que um vestido de noiva usado traz mau-olhado, mas Teresa Simões quer desmistificar essa ideia. Foi a pensar nisso, e na importância de reduzir o impacto ambiental deste setor, que a empreendedora social decidiu criar uma plataforma de compra e venda de vestidos de noiva em segunda mão: a New Story Bridal.

Em entrevista ao programa da TSF "Verdes Hábitos", Teresa Simões explica que o objetivo não é despertar um sentimento de "culpa" em quem escolhe usar um vestido novo no dia do casamento, mas mostrar que existem outras opções. Neste momento, a plataforma está disponível numa versão beta e já é possível preencher um formulário tanto para compra como para venda.

Para Teresa Simões, há várias vantagens em utilizar um vestido de noiva usado e a mais imediata prende-se com a carteira.

"A principal vantagem é conseguirem comprar um vestido a um preço acessível e de qualidade. Nós vamos ter uma curadoria prévia, vamos fazer uma avaliação dos vestidos que nos chegam e depois esses que são pré-selecionados e avaliados presencialmente é que são colocados à venda. Portanto, a pessoa tem acesso a vestidos de qualidade a um preço mais acessível", sustenta.

No mesmo plano, as noivas têm acesso a vestidos de coleções dos últimos cinco anos ou até mais antigas (os chamados vestidos vintage), acrescenta.

Além disso, o impacto de um vestido usado é menor já que os vestidos de noiva "têm materiais de qualidade normalmente superior e precisam de muito tecido, o que implica vários recursos do planeta, como a água, para serem produzidos".

Teresa Simões deixa cinco sugestões para um casamento mais sustentável:

1) Escolher um espaço mais próximo da residência dos convidados, para diminuir o impacto das deslocações;

2) Fazer convites digitais;

3) Juntar mais pessoas num carro nas deslocações para o local da cerimónia ou da boda;

4) Escolher um menu sazonal ou local;

5) Incentivar os convidados a utilizarem roupa que já tenham ou de amigos.

OUÇA TODOS OS EPISÓDIOS DO VERDES HÁBITOS AQUI

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de