A canção em que Zeca Afonso dizia "quero campa rasa"

A família de Zeca Afonso manifestou-se contra a ideia de transladar os restos mortais do músico para o Panteão Nacional.

"Arlindo coveiro/ Cava-me a morada/ Fecha-me o jazigo/ Quero campa rasa", cantava Zeca Afonso em "Ronda das mafarricas", do disco "Cantigas do Maio" (1971).

Quando a Sociedade Portuguesa de autores propôs a trasladação dos restos mortais de José Afonso para o Panteão Nacional a família do cantautor recordou estas palavras.

"José Afonso rejeitou em vida as condecorações oficiais que lhe haviam sido propostas" e "foi, a seu pedido, enterrado em campa rasa e sem cerimónias oficiais, em total coerência com a sua vida e pensamento", pode ler-se num comunicado a que a TSF teve acesso.

Em declarações à TSF, a viúva de Zeca Afonso mostrou-se "surpreendida" com a proposta da Sociedade Portuguesa de Autores . Zélia Afonso diz que não foi consultada e defendeu que a "decisão só cabe à família."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de